CRÍTICAS ESTREIAS

Café: Três contos de apaixonados pela bebida

Em Roma, o jovem Renzo viaja com a namorada para Trieste em busca de trabalho e se envolve em arriscado roubo. Na Antuérpia, o gentil imigrante árabe Hamad arrisca a vida para recuperar um precioso bule de café da família. Em Pequim, o insatisfeito executivo Ren Fe  volta às suas origens rurais durante a vistoria de uma fábrica.

Estes três contos cinematográficos são interligados por cândidas histórias de paixão e reverência pela única bebida, diz-se, que reúne em si mesma, e também no filme, três sabores – amargo, azedo e perfumado.

O diretor italiano Cristiano Bortone (Vermelho como o Céu) recorre a uma narrativa sem firulas e ótimo elenco internacional para regar temas espinhosos como o desemprego e a imigração na Europa, a modernização da China, com o aroma nostálgico, familiar e universal do café.

Publicidade

Deixe o seu Comentário