CRÍTICAS ESTREIAS

A Grande Jogada: Pôquer no tribunal

Aaron Sorkin é o criador da aclamada série The West Wing.  É também o roteirista vencedor do Oscar por A Rede Social, além de autor de Steve Jobs e Questão de HonraA Grande Jogada é sua estreia como cineasta, uma adaptação das memórias de Molly Bloom, a “Princesa do Pôquer”.

Embora não sejam citados, Ben Affleck, Leonardo DiCaprio e Tobey Maguire são alguns dos astros de Hollywood mencionados no livro como assíduos clientes da casa de jogo clandestina que a levou aos tribunais – também havia envolvimento com a máfia russa. Jessica Chastain interpreta essa moça que podia ter se tornado atleta olímpica de esqui, mas por um infeliz acidente trocou a neve pelo carteado.

Jessica é uma atriz destemida – tem duas indicações ao Oscar (por A Hora Mais Escura e Histórias Cruzadas) – e acha o equilíbrio entre a femme fatale e a jovem de sonhos destruídos. Sorkin trabalha com dois focos: a relação dela com o advogado (Idris Elba) e o pai (Kevin Costner). E a verdade é que seus dois coadjuvantes de luxo fazem toda a diferença.

Publicidade

Deixe o seu Comentário