CRÍTICAS ESTREIAS

A Luta do Século: Rixa fora do ringue

Na década de 1990, os noticiários esportivos destacaram por muito tempo dois grandes nomes do boxe brasileiro: Luciano Todo Duro e Reginaldo Holyfield. O pernambucano e o baiano somavam diversos títulos  importantes, mas era a rivalidade entre eles que chamava mais atenção. Em A Luta do Século, documentário dirigido por Sérgio Machado e premiado no Festival do Rio, acompanhamos a trajetória dos pugilistas que encontraram no boxe uma maneira de escapar da miséria e tornaram-se dois dos maiores ídolos do esporte nordestino. Durante mais de vinte anos, esse pé de guerra entre eles causou tamanho ódio que a dupla era incapaz de dividir o mesmo espaço sem se agredir.

Com depoimentos dos carismáticos protagonistas, imagens de arquivo e uma narração do próprio diretor, o documentário vai além da lendária rivalidade. Machado também presta uma homenagem aos boxeadores e os coloca, mais uma vez, em evidência. Hoje, fragilizados pelos obstáculos enfrentados ao longo da vida, Todo Duro e Holyfield prometem um novo duelo. Longe daquela realidade vivida em uma era de estrelato, marcada por provocações públicas onde se atracavam em programas de TV e viravam notícia, agora os ídolos precisam lutar por sobrevivência. A Luta do Século destaca seus campeões em um registro minucioso que honra o legado dessas feras dos ringues.

 

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário