CRÍTICAS ESTREIAS

Mais estreias: As Aventuras do Pequeno Colombo e Poesia Sem Fim

AS AVENTURAS DO PEQUENO COLOMBO

É para a garotada pequenina e um tantinho longo, mas vale como opção aos blockbusters que estão em cartaz, principalmente por seu teor educativo. O pequeno Cristovão Colombo é o herói dessa animação. Seu melhor amigo, Leo, é ninguém menos que o garotinho Leonardo Da Vinci, e a trupe se completa com Lisa – ela mesma, Mona Lisa. A personagem vai cair no gosto das meninas com seu jeito moderninho e cheio de personalidade.

Para tentar salvar sua família da falência, o jovem Cris e seus amigos vão atrás da lendária ilha de Hi Brazil, que esconde tesouros cobiçados por todos os piratas. No caminho, são atacados pelo cruel povo das águas e sua terrível fera Nautilus. Isabelle Drummond e José Wilker são destaque entre os dubladores. O filme participou de diversos festivais no Brasil e no exterior. No Cine PE de 2016, ganhou os prêmios de melhor direção (Rodrigo Gava) e trilha sonora (Ary Sperling).

Cotação: 

POESIA SEM FIM

Poesia Sem Fim é a segunda parte de uma pentalogia que o cineasta chileno Alejandro Jodorovsky iniciou em 2013, com A Dança da Realidade. Não é cinema para o grande público, tem bastante esquisitice, mas é uma viagem lírica pelo passado do diretor na Santiago dos anos 40 e 50. Depois de se libertar das amarras familiares, Alejandro se lança no cenário artístico, intelectual e boêmio da capital.

Sua lente é experimental e por ela passam tipos exóticos, circenses e bizarros, em busca de uma felicidade amparada na liberdade plena – o nu é explorado sem cerimônia. Um dos filhos do cineasta vive seu alter ego, mas Alejandro faz aparições para mostrar que está cheio de energia aos 88 anos de idade.

Cotação: 

Publicidade

Deixe o seu Comentário