CRÍTICAS ESTREIAS

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo: Alegria contagiante

A Universal Home lança o DVD comemorativo dos 10 anos de Mamma Mia! e a sequência entra com tudo nos cinemas. Vai ter gente saindo da sessão dançando, cantarolando e enxugando as lágrimas de emoção. Os números musicais são uma delícia e se o primeiro fez US$ 600 milhões pelo mundo, Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo deve alcançar cifras maiores. .

O elenco reúne mais gente bonita, bronzeada e afinada, porque agora a trama se bifurca em dois tempos. No presente, mais especificamente em 2005, Sophie (Amanda Seyfried) se prepara para a festa de inauguração do hotel que era o sonho da mãe, Donna (Meryl Streep), desde que esta chegou à ilha grega, em 1979.

Na entrada da década de 80, Donna ganha a versão juvenil de Lily James e o que o público vai descobrir é como ela conheceu Sam (Jeremy Irvine/Pierce Brosnan),  Harry (Hugh Skinner/Colin Firth) e Bill (Josh Dylan/Stellan Skarsgård), os três possíveis pais de Sophie.

Há dois adendos impagáveis: Andy Garcia faz o gerente do hotel, Fernando (quem conhece a música de mesmo nome?), e a diva máxima Cher rouba a cena como Ruby, a mãe com quem Donna tinha um péssimo relacionamento.

Nada menos que 20 canções do Grupo ABBA compõe a trilha sonora, que inclui sucessos como “Waterloo”, “I Have a Dream” e “Dancing Queen”.

E não saia antes do fim dos créditos, pois há uma cena extra divertidíssima.

 

 

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário