CRÍTICAS ESTREIAS

O Que Está Por Vir: Vida que Segue

Aos 63 anos, Isabelle Huppert está fora da curva das atrizes de sua idade. A quantidade de filmes que tem feito nos últimos anos não é normal. Foram  seis em 2012, entre eles Amor e A Bela Que Dorme; cinco em 2013, como Uma Relação Delicada; além de filmes como Fique Comigo e Mais Forte Que Bombas, entre 2014 e 2015. Mas este ano ela não só estrelou quatro longas como está no páreo pelo Globo de Ouro de melhor atriz por Elle, que concorre como melhor filme estrangeiro.

Como se a feroz atuação em Elle não bastasse, Isabelle corre na contramão com este O Que Está Por Vir, com uma personagem que atravessa as intempéries inerentes à vida com retidão e placidez exemplares. Ela é Nathalie, professora de filosofia, mãe de dois filhos que pouco vê e casada há 25 anos com um colega de profissão. Entre trocas de ideias com um pupilo anarquista, ligações insistentes da mãe solitária e piquetes de alunos, ela leva uma vida tranquila. Até que…

Nathalie não busca transformações, está feliz com sua rotina, mas elas se apresentam e vão do âmbito pessoal ao profissional. O que torna O Que Está Por Vir melhor do que muitos dramas familiares que o cinema produz é, claro, uma atriz que trabalha nuances e camadas emocionais com autenticidade. Os momentos de dor irrompem sem aviso, e são arrasadores.

Mas é preciso creditar também a diretora e roteirista Mia Hansen-Løve, que fez retratos delicados da adolescência e do início da vida adulta em Adeus, Primeiro Amor e Eden, respectivamente, e agora ilumina a meia-idade sem apelar a clichês, sem exagerar no drama e com uma história simples e terna.

Cotação: ***1/2

Publicidade

1 Comentário

  • É MARAVILHOSO ver sempre uma atriz como Isabelle Huppert atuar , o que chama atenção é que estreou quatro longas não mereceu nenhum destaque na revista. Jake Gyllenhaal 2 filmes perfil, enquantos as Kéferas merecem mais destaque. Que 2017 venha com mais 4,5,6 filmes dessa GRADE ATRIZ, mais que insignificante demais para merecido um merecido DESTAQUE na revista.

Deixe o seu Comentário