CRÍTICAS ESTREIAS

Patti Cake$ e Thelma: Mulheres pra lá de especiais

PATTI CAKE$

Em seu primeiro longa-metragem, Geremy Jasper narra a história de Patti, uma garota que canta suas rimas para conseguir pagar os gastos médicos da avó e sustentar a mãe alcoólatra. Ela e seu melhor amigo sonham com fama e fortuna, mas falta encontrar um produtor para alavancar suas carreiras. Até que conhecem um músico de goth metal, que pode levá-los ao estrelato. Esse conto de fadas moderno, embalado pelo hip hop, diverte o espectador com personagens carismáticos, anima com sua trilha sonora e apresenta uma estética de videoclipe para falar de sonhos, bullying e empoderamento feminino.

THELMA

Em Thelma, de Joachim Trier (Mais Forte Que Bombas), escolhido pela Noruega para disputar o Oscar de filme estrangeiro, a personagem-título deixa a casa dos pais para estudar e conhece seu primeiro amor. Só que o relacionamento é abalado pela intromissão opressiva da família e suas crenças religiosas. Coisas estranhas começam a acontecer com Thelma, que procura respostas sobre tais fenômenos sobrenaturais. Trier cria com competência uma narrativa perturbadora para fragmentar os mistérios da protagonista. Investe em símbolos e efeitos sonoros e visuais que se ajustam ao clima de suspense psicológico.

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário