CRÍTICAS ESTREIAS

Um Homem Comum: O passado te condena

O arrogante e autoritário General (Ben Kingsley) é um criminoso de guerra fugitivo, o único responsável ainda não capturado pelo genocídio cometido durante a Guerra nos Balcãs e o desmembramento da Iugoslávia.

Quando se muda para um novo esconderijo em Belgrado, ele conhece a jovem e reservada empregada (Hera Hilmar) do apartamento, e os dois têm uma convivência tensa e peculiar em meio a confissões e revelações.

Brad Silberling (Vida que Segue), que assina roteiro e direção, se propõe a realizar o último canto de um cisne negro, sombrio e controvertido, mas o reduz a um ponto de vista unidimensional, e a ausência de conflitos consistentes compromete o resultado.

Publicidade

Deixe o seu Comentário