CRÍTICAS ESTREIAS

Uma Verdade Mais Inconveniente: Vai esquentar o debate?

al-gore-uma-verdade-mais-inconveniente-2017

De que lado você está quando ouve falar ou se depara com algum tipo de questionamento sobre as questões climáticas? Responder internamente a essa pergunta é um ponto importante para a vida e também para apreciar ou não esse novo documentário denúncia, curiosamente, sequência de um grande sucesso da década passada. Vencedor de dois Oscar (Canção Original e Melhor Documentário) e outros 31 prêmios, Uma Verdade Inconveniente, dirigido por Davis Guggenheim, gerou um grande impacto em 2006 com seus alertas sobre o clima.

al-gore-uma-verdade-mais-inconveniente-2017Onze anos depois, Um Verdade Mais Inconveniente foi produzido por Guggenheim, roteirizado novamente por Al Gore e ainda contém ares de terror, mas também um teimoso e bem vindo otimismo. Vice-presidente durante o governo de Bill Clinton, nos Estados Unidos, Gore segue como protagonista de uma incansável jornada pelo mundo para convencer autoridades políticas e também cidadãos comuns da importância de se mudar, principalmente, a matriz energética e assim eliminar a emissão de gases que contribuem para o temido efeito estufa.

al-gore-uma-verdade-mais-inconveniente-2017Orador de qualidade indubitável, sua mensagem continua alarmista e seu poder de negociação se mostrou eficiente durante a histórica Conferência do Clima em Paris 2015, quando convenceu a relutante Índia a assinar o acordo. Um êxito muito comemorado por Gore, sua equipe e os envolvidos num primeiro momento, mas que sofreu um forte revés dentro de sua própria casa, quando o gênio irascível de Donald Trump o faz retirar os Estados Unidos do acordo.

al-gore-uma-verdade-mais-inconveniente-2017Em busca de um equilíbrio, coerente até com a temática do meio ambiente, o roteiro aponta problemas sérios que ainda persistem, mas também mostra a evolução de algumas nações. Se mostra que os sinais do passado se concretizaram, como a anunciada inundação do Memorial do 11 de Setembro de Nova York, em 2012, pelo furacão Sandy, também mostra exemplos bem sucedidos. Um deles é o do vizinho sul americano Chile, que investe maciçamente na energia solar, mesmo sendo um país mais frio do que o caloroso Brasil tão abençoado pelos raios solares. O que falta para copiar?

al-gore-uma-verdade-mais-inconveniente-2017Exibido no Festival de Cannes, aplaudido efusivamente no Festival de Sundance, An Inconvenient Sequel: Truth to Power (título original) é um segundo grito de alerta e a constatação documentada de que é possível mudar. Para isso, basta superar a ignorância dos fatos e vencer uma cegueira ainda mais irritante. A obra de Gore, novamente, acentuará o confronto de pensamentos e, tomara, “esquentará” o debate entre cientistas, políticos influentes, como Angela Merkel e Vladimir Putin, e cidadãos engajados. Você pode acreditar que essa luta dele é meramente política ou ter a certeza de que é ambiental. No fundo, o que está mais do que evidente é que só há um vencedor e perdedor: a humanidade.

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário