DIRETO DA REDAÇÃO

Comunicado importante

Pessoal, infelizmente o lançamento da edição de novembro vai atrasar um pouco. A gráfica havia programado a entrega no final da semana passada, mas ainda não liberou a revista. A razão dada é que a impressão de livros didáticos para 2015 (que sempre acontece no final do ano) causou atraso em toda a linha de produção. Pedimos desculpas, e estamos fazendo o possível para resolver o problema. Assim que a revista for entregue, providenciaremos o envio imediato para os assinantes e também para todos aqueles que fizeram pedidos em nossa loja virtual. A estimativa é que a liberação aconteça entre hoje e amanhã. A gráfica garantiu que isso não afetará a produção do especial JOGOS VORAZES. Em vista dos últimos acontecimentos, planejamos uma estratégia para adiantar nosso fechamento neste mês. Como em outubro tudo correu bem, acreditamos que isso não irá se repetir em dezembro e janeiro. Sabemos que é uma notícia desagradável, mas pedimos a compreensão de todos nesses últimos meses de um ano que tem sido bastante difícil para nós… (Ricardo Matsumoto)

Publicidade

Comente!

  • Procurei a revista ontem (22/11) em 2 bancas e nada. Essa falta de respeito para com os leitores se deve em parte a falta de concorrência, de outras revistas especializadas no assunto. Uma vergonha!

    • Caro Fabiano, você já levou em consideração que existe uma razão pela falta de concorrência? Será que é um mercado complicado para trabalhar? O que posso dizer é que temos que gostamos muito do que fazemos, e temos um grande respeito pelos leitores. Não temos a estrutura de uma grande editora, mas lutamos para colocar a revista mensalmente nas bancas. Vergonha seria manter o leitor no escuro e, de repente, acabar com tudo de uma hora para a outra. Temos plena consciência de nossa responsabilidade, e por isso colocamos nossa cara para bater ao manter a transparência de nosso trabalho.

  • Pessoal, bom dia. Concordo com os assinantes acima. Ou vocês mudam de gráfica ou terminam a edição para impressão mais cedo. É realmente lamentável. Hoje já é dia 21 de novembro e até o momento não recebi a minha revista. E cada mês é uma desculpa diferente. Acho isso um desrespeito a nós consumidores. Espero que em 2015 vocês possam achar uma maneira de corrigir este erro.

    • Caro Francarelli, não damos uma desculpa diferente por mês. Tanto que graças ao trabalho da nova gráfica (como já expliquei anteriormente, a gráfica que fazia a revista desde o início encerrou suas atividades, e começamos a trabalhar com uma nova empresa desde a edição de outubro), conseguimos cumprir a data de lançamento. Infelizmente, eles tiveram problemas neste mês. Agora, estamos adiantando o fechamento das edições para tentar acertar os ponteiros.

  • Compro a revista desde o numero 25,naquela epoca uma edição custava 9,90,era outubro de 2011,em janeiro de 2012 a ediçao aumentou em 1 real e assim foi em 2013 e 2014,achei caro 12,90 pelo exemplar,mas entendo perfeitamente a reposiçao de custos,pois vivemos num pais em que quem tem mais de trinta anos sabe que a inflaçao derruba qualquer empreendimento,voces editam uma revista e precisam que ela de lucro,afinal ela representa o sustento de voces e ninguem trabalha de graça,nao eh mesmo?Muitos reclamam de demora ou conteudo,mas em nosso pais a maior editora de revistas nunca publicou algo direcionado a um publico como o nosso por isso considero voces como grandes guerreiros que merecem nossa fidelidade constante.Durante esse ano eu fiquei pensando sobre como seria em janeiro de 2015 quando mais um reajuste fosse acrescentado ao preço e eis que em setembro veio essa novidade de diminuir o numero de páginas da revista,na minha opinião voces fizeram o que disseram,a revista ficou mais enxuta com o texto mais bem distribuido,nao achei que o conteudo jornalistico foi prejudicado,muito menos as fotos que ilustram as matérias,nao sei quanto aos outros,mas eu leio revista sobre cinema para saber sobre cinema se eu quisesse fotos bonitas e enormes eu iria comprar a Caras.Achei essa saida de ter menos paginas por ediçao uma otima soluçao ,se eu editasse uma revista e tivesse que fazer ajustes nela seria essa ideia que eu iria por em pratica,apenas fiquei chateado de a ediçao de outubro nao ter chegado a minha cidade,nao quero citar nomes,como ja citei,mas a antiga revista de cinema que tinhamos em nosso pais começou sumindo no interior e circulou apenas nas grandes metropoles,isso me deixa chateado e apreensivo pois nao gostaria de ver o titulo desaparecer das bancas.Força.

  • REALMENTE CONCORDO !!!! DEVERIAM MUDAR DE GRÁFICA .
    PERCEBO, ATRAVÉS DESTE ATRASO, VEJO O QUANTO ESTA REVISTA É QUERIDA POR NÓS, E QUE FAZ PARTE DA VIDA DE TODOS OS BRASILEIROS, QUE SÃO APAIXONADOS POR CINEMA. ESPERO QUE NOS PRÓXIMOS MESES, Á ENTREGA DESTA REVISTA ENTRE NOS EIXOS. OBRIGADO POR SEMPRE ACEITAR NOSSAS OPINIÕES. E OBRIGADO POR SEMPRE TER DIÁLOGO COM, NÓS LEITORES.

    • Caro Vitor, sabemos muito bem que temos leitores diferenciados. Como expliquei ao leitor Saulo, iniciamos agora um novo contrato com uma nova gráfica. Temos total confiança nela, já que ela imprimiu a mais famosa revista do segmento por anos. O que aconteceu neste mês foi um fato isolado.

  • Cada um sabe onde aperta o sapato, mas vocês já pensaram em trocar de gráfica em algum momento? Ou é copa do mundo, ou é eleição 1º turno, ou são os livros didáticos, ou são eleições 2º turno e ainda teremos com certeza cartões de natal e em fevereiro folders do carnaval… lembrando que teremos pela frente olimpíadas, eleições municipais…. ou a Preview não dá lucro para eles ou não somos importante em detrimento a outras impressões. Fazer o que… oremos!

    • Caro Saulo, a gráfica que era responsável pela impressão da revista desde seu início infelizmente encerrou suas atividades em setembro. Iniciamos um contrato com uma nova empresa a partir da edição de outubro, que foi entregue em tempo recorde. Tanto que conseguimos recuperar um pouco nossa data de lançamento. O que aconteceu com a edição de novembro foi um fato isolado. A partir da edição de dezembro, resolvemos adiantar o nosso fechamento para compensar qualquer futuro atraso. O nosso problema é que até a revista chegar às bancas, o processo não depende apenas de nós da redação. Nós podemos atrasar, assim como a gráfica, a empresa de distribuição ou mesmo o correio (no caso dos envios para assinantes). Sei que o fato de manter a transparência em todo o processo de produção da revista gera desconfiança em parte dos leitores (e soa como desculpa, ao invés de justificativa), mas é uma opção nossa. O que pedimos sempre é um pouco de compreensão. O fato de atrasarmos não significa falta de respeito. Acho que temos tanto respeito que fazemos algo que nenhuma outra publicação faz: não escondemos nada… O que as pessoas esquecem é que tantas publicações consagradas, de grandes editoras, encerram suas atividades sem dar a menor satisfação para os leitores. Nosso objetivo é sempre manter o leitor informado de tudo o que acontece, e assim criar uma relação mais próxima com os leitores. (Ricardo Matsumoto)

      • Ricardo, enquanto a Preview tiver leitores fazendo pressão, é porque ainda existe interesse na Revista. Vocês devem se preocupar no momento em que não houverem mais comentários sobre o atraso dela; aí é porque deixamos de nos interessar. Lembro que existem muitas “propagandas datadas”, eventos e lançamentos que aparecem na revista (acho que não é de graça) e que devido ao atraso, ficam fora do contexto.
        Você deu toda a explicação, e concordamos ser um problema pontual, mas no final não vi a data correta! Concluo que não teremos revista em Novembro, pois já estamos na ultima semana do mês.
        Acredito que se vier a revista de novembro, ouviremos que a revista de Dezembro virá mais tarde para não embolar os lançamentos, isto seria uma boa desculpa para novo atraso. Com certeza não acreditamos nisso, pois dia 10/12 já estará nas bancas a edição de dezembro, ou não?!

        Todos os meses temos um especial. Não seria melhor colocar este especial na revista e vender por um preço um pouco maior o “conjunto”? E o interessante é que parece que a especial não atrasa, não tenho certeza.

        Ricardo, 2014 foi um ano complicado mesmo, que passou rápido mas deixou feridas em todos os segmentos da sociedade. Realmente admiramos o trabalho incansável de vocês, pois vocês são verdadeiramente únicos no mercado. Acreditamos na perseverança de vocês para sempre termos uma revista de cinema nas mãos. Mantenham os leitores sempre a par dos fatos, para manter a fidelidade dos leitores.

        Ideia, aumentar as páginas das séries (lembrando antigas e trazendo novidades) pois o número de fãs das séries aumenta de uma maneira assustadora a cada dia. Talvez devido a baixa qualidade dos roteiros e a grande expectativa por blockbusters.
        Abraço…

Deixe o seu Comentário