ENTREVISTAS FESTIVAIS NOTÍCIAS

Cineasta arretado: Curta Canoa homenageia Halder Gomes              

“Um reconhecimento em Curta Canoa é sempre muito gostoso, porque quebra aquele ditado de que santo de casa não faz milagre”, disse o cineasta cearense Halder Gomes, logo após ser homenageado na 11º edição do Curta Canoa – Festival Latino-Americano de Canoa Quebrada. O evento ocorreu entre os dias 15 e 20 de dezembro na bela cidade do litoral cearense. Uma tela gigante foi montada ao ar livre para exibir os 42 curtas-metragens, de 16 estados brasileiros.

Halder Gomes, que em edições anteriores exibiu seus curtas Cine Holliúdy – O Astista contra o Caba do Mal (2004, que deu origem ao longa) e Loucos de Futebol (2007), afirmou que a homenagem sela a acolhida calorosa do público cearense. O longa Cine Holliúdy foi assistido por quase 500 mil pessoas e encerrou o festival com chave de ouro. O Shaolin do Sertão, seu segundo longa, estava há dez semanas em cartaz no fechamento desta matéria e havia sido visto por cerca de 620 mil espectadores.

Cine Holliúdy 2 começa a ser rodado no dia 15 de janeiro, na cidade serrana de Pacatuba, interior cearense. Previsto para chegar aos cinemas entre o fim de 2017 e o começo de 2018, o filme fecha a trilogia e tem o personagem Francisgleydisson (Edmilson Filho) dando uma de diretor de cinema.

Cine Holliúdy 2 será o oposto de Shaolin visualmente”, explica. “Vamos filmar em uma cidade de pé de serra em uma época chuvosa. Queremos quebrar um pouco da estética de que o Ceará é sempre iluminado.” A trama gira em torno da ufologia. “É muito forte na nossa cultura a influência da ufologia e o fascínio pelos discos voadores”, revela Gomes.

Além do elenco original, já estão confirmados Samantha Schmütz (Tô Ryca), no papel de uma primeira dama golpista, Milhem Cortaz (O Lobo Atrás da Porta), que será um misto de coveiro e agiota, e Francisco Gaspar (A Estrada 47), como um ufólogo.

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário