ENTREVISTAS TV, SÉRIES, STREAMING ...

History estreia superprodução nacional Gigantes do Brasil

Na história do Brasil, pouco se conhece sobre a vida dos grandes nomes que fizeram parte do processo de industrialização no país. A boa notícia é que o canal History resolveu investir no tema, com a primeira minissérie original nacional intitulada de Gigantes do Brasil.

A série, que entra no ar hoje (4), foi filmada no final do ano passado. PREVIEW teve acesso ao último dia de gravação sob muita chuva, na Casa das Caldeiras (patrimônio histórico da cidade de São Paulo e uma das ex-fábricas Matarazzo), um dos locais que serviram de locação para a minissérie de quatro capítulos, que contará em forma ficcional a história de: Francesco Matarazzo, Percival Farquhar, Giuseppe Martinelli e Guilherme Guinle. E o que se viu foi uma superprodução, que além de todo cuidado com a direção de arte e figurino de época, contou com recursos de computação em 3D.

“A ideia foi gerada pelo diretor Fernando Honesko junto com o produtor Eduardo Piagge. Eles pensaram em como criar uma série de ficção histórica. Começamos a investir com historiadores e depois de amadurecido apresentamos ao canal. Foi relativamente rápido o trabalho. Essa é a primeira ficção nacional do canal History. É muito legal estar aqui nesse último dia no set com mais de 100 pessoas envolvidas. É uma super produção”, afirmou o produtor Tiago Melo, da Boutique Filmes, parceira do canal na produção.

Para a diretora de conteúdo do canal Krishna Mahon (que também faz uma participação como figurante na série), os resultados vistos nos sets de filmagem são surpreendentes! “É muito importante contar esse momento histórico do Brasil. E contar em forma de conteúdo e entretenimento é o que estamos fazendo”, finaliza Krishna.

Para o diretor Fernando Honesko foi um processo de imersão total em um período muito agitado da história do Brasil. Isso possibilitou explorar visualmente locações, figurinos e cenários muito específicos da época e que, na série, ganham uma dimensão muito mais interessante, porque estão contextualizados na trajetória de homens importantes daquele momento.“Para mim, principalmente, o tratamento que demos para a história desses grandes empresários resultou em personagens que são humanos, com grandes ambições, mas também com frustrações e desejos pessoais”, afirmou Honesko.

“Fizemos uma pesquisa profunda na história dos quatro personagens e personagens anexos. O nosso maior desafio foi achar novas histórias ou detalhes ainda desconhecidos da vida de cada um. Para isso fizemos uma larga pesquisa em periódicos da época. Também contamos com a ajuda de historiadores de diversas especialidades para nos dar um panorama geral do Brasil entre 1870 e 1941, período que a série aborda”, disse o produtor Eduardo Piagge

Em relação ao lançamento, ele conta que a expectativa é grande, e espera muito que os expectadores se envolvam, assim como eles se envolveram com os personagens durante a produção. “Essa era a nossa principal tarefa: transportar de maneira competente essas histórias para tela. Como consequência, a série talvez desperte um interesse na audiência maior pela história do Brasil. Se isso acontecer, pelo menos em parte, teremos cumprido nossa missão”, finalizou Piagge.

 

Publicidade

6 Comentário

  • Gostei muito da serie, devereiam aproveitar para fazer uma serie sobre o grupo Votorantim em especial sobre a CBA ( Comp. Brasileira de Aluminio), a Embraer, Vale do Rio Doce entre outras gigantes Brasileiras.

  • Como disse minha esposa:
    Só tem estrangeiro!
    Matarazzo, Matinelli, Farquá( não sei das quantas),etc
    Onde está ?
    – Mauá, e Políticos empreendedores como Vargas e Jk;
    Vejam o que o History nos mostrou sobre a versão Americana:
    Rockefeller, Andrew Carnegie, J P Morgam, etc ( Só estadunidense).
    Insistem em nos colocar como especialistas em Matéria prima, ou produção de grãos.
    Quanto à indústria de base,kkk
    Não somos idiotas

  • Parabenizo pelo documentário GIGANTES DO BRASIL, peço avisar quando do lançamento do DVD, pretendo adquirir.

    Atenciosamente

    Alberto

Deixe o seu Comentário