ESPECIAIS

20 anos de Harry Potter e a Pedra Filosofal

Em 26 de junho de 1997, J.K. Rowling teve publicado Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro volume da série de sete livros da saga do bruxinho mais famoso do planeta.

Na PREVIEW número 1, lançada em julho de 2009, publicamos uma reportagem sobre a estreia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe  nos cinemas e ouvimos a escritora Heloisa Prieto sobre o fenômeno literário. Autora de mais de 50 obras de literatura infantojuvenil, a paulistana acha que os leitores realmente convivem com o personagem e compartilham muitos de seus medos, anseios e frustrações. “Assim como os jovens do mundo real, o personagem não sabe o quanto pode confiar nos adultos”, comenta.

Heloisa ressalta a habilidade de J.K. Rowling em transpor para um cenário fantástico a mesma hostilidade e competitividade com que se depara a juventude atual. Sem falar de outras ameaças, como drogas e promiscuidade sexual. “Harry Potter é um exercício de livre arbítrio”, explica. “Ele está rodeados de tentações e é constantemente testado, mas não vende a alma”.

Na opinião da escritora, é preciso voltar ao passado da literatura para resgatar as origens da série Harry Potter.  Segundo Heloisa, J.K. Rowling faz parte da tradição de autores britânicos como C.S. Lewis, de As Crônicas de Nárnia, J.M. Barrie, criador de Peter Pan, e J.R.R. Tolkien, da saga O Senhor dois Anéis. “Ela nunca subestimou a inteligência de seu público, sabe que os jovens têm apetite vivo e gostam de desafios”, diz. “Harry Potter é um exemplo do jogo literário primordial, no estilo das Mil e Uma Noites, em que uma história se encadeia em outra e tem novos desdobramentos”.

Heloisa acredita que os fãs da série migraram para outras obras do gênero, mas será sempre de Harry o mérito de reaproximar crianças e jovens do universo literário. “O mais gratificante é constatar que parte dos fãs do bruxinho sai em busca de textos clássicos, de autores como Edgar Allan Poe e Baudelaire”. Depois de Harry, ler virou moda.

Publicidade

Deixe o seu Comentário