ESPECIAIS NOTÍCIAS

Quem quer ver, ou rever, 2001: Uma Odisseia no Espaço na telona?

O clássico espacial de Stanley Kubrick chega às salas da Cinemark em sessão única, dia 30 de maio, às 20 horas, na nova temporada de clássicos da rede. A versão de 2001: Uma Odisseia no Espaçó (1968) é remasterizada e os ingressos já estão disponíveis no site do Cinemark ou na bilheteria dos cinemas participantes, relacionados também no site.

Confira algumas curiosidades sobre esse marco da ficção científica:

Trilha Sonora
No início do projeto, Kubrick pretendia trabalhar novamente com Alex North, responsável pela trilha sonora do filme Spartacus (1960), mas acabou optando por composições clássicas para a trilha.

Literatura
O filme surgiu de uma parceria entre o diretor Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke, autor do conto A Sentinela – que serviu de inspiração para o roteiro. Os dois trabalharam simultaneamente na produção, buscando maneiras de expressar a relação do homem com o universo.

Efeitos Especiais
O impactante visual do filme – ganhador do Oscar de melhor efeito visual em 1969 – deve-se em boa parte à criatividade de Kubrick e sua equipe, já que na época não havia muitos recursos tecnológicos. Por exemplo, para as cenas na Lua, a equipe de Kubrick teve de importar e pintar toneladas de areia.

Silêncio
Grande parte do filme não tem diálogos. A primeira conversa surge após 26 minutos do início, enquanto no final há outros 23 minutos de cenas em silêncio. A ideia do diretor foi transmitir ao espectador a sensação de estar no espaço, sem a propagação de som.

Stanley Kubrick
Um dos principais diretores de cinema do século 20, Stanley Kubrick dirigiu 13 longas em seus 70 anos de vida. Entre suas principais obras destacam-se Laranja Mecânica (1971) e O Iluminado (1980). O diretor faleceu no dia 7 de março de 1999, na Inglaterra.

Publicidade

Deixe o seu Comentário