FESTIVAIS NOTÍCIAS

Cannes 2017 revela a seleção oficial na disputa pela Palma de Ouro

The-Beguiled-Sofia-Coppola-Nicole-Kidman-Colin-Farrell-Kirsten-Dunst-Elle-Fanning-O-Estranho-Que-Nos-Amamos

Começa a regressiva para os competidores e também para os cinéfilos de plantão que acompanham o Festival de Cannes ao longo dos anos. Afinal, trata-se do maior festival de cinema mundial não só em termos de prestígio, títulos exibidos, mas em número de negócios gerados nos Mercado do Filme, o tradicional Marché du Film, que acontece nos subsolo do Palácio do Festivais. Falando em tradição, a curadoria não fez por menos e trouxe velhos conhecidos para a competição oficial pela cobiçada Palma de Ouro.

l-amant-double-francois-ozon

L’Amant Double (2017), filme de François Ozon.

Na lista que você pode conferir logo abaixo, cineastas com histórico na premiação marcam presença com suas novas produções e com isso fazem a festa de uma parcela considerável de profissionais e fãs que acompanham o evento anualmente. Assim, estão lá Michael Haneke, Sofia Coppola, Hong Sangsoo, Kornél Mundruczó, Naomi Kawase, Todd Haynes, entre outros.

Por outro lado, quem estreia na competição é o premiado cineasta Noah Baumbach (A Lula e a Baleia / 2005) e também Robin Campillo (Entre os Muros da Escola / 2008) na competição com seu terceiro longa. No entanto, se a seleção foi um grande acerto somente o tempo e as respectivas sessões dirão. Confira a lista e deixe sua primeira impressão nos comentários. 😉

120 Beats per Minute – Robin Campillo
The Beguiled – Sofia Coppola (imagem que abre a notícia)
The Day After – Hong Sangsoo
A Gentle Creature – Sergei Loznitsa
Good Time – Benny Safdie & Josh Safdie
Happy End – Michael Haneke
In the Fade – Fatih Akin
Jupiter’s Moon – Kornél Mundruczó
The Killing of a Sacred Deer – Yorgos Lanthimos
L’Amant Double – François Ozon
Le Redoubtable – Michel Hazanvicius
Loveless – Andrey Zvyagintsev
The Meyerowitz Stories – Noah Baumbach
Okja – Bong Joon-Ho
Radiance – Naomi Kawase
Rodin – Jacques Doillon
Wonderstruck – Todd Haynes
You Were Never Really Here – Lynne Ramsay

nicole-kidman-The-Killing-of-a-Sacred-Deer

Nicole Kidman emThe Killing of a Sacred Deer (2017), filme de Yorgos Lanthimos

FORA DA COMPETIÇÃO
Mugen Non Junin (Blade of the Immortal) – Takashi Miike
How to Talk Girls at Parties – James Cameron Mitchell
Jr. Visages, Villages – Agnès Varda

Agora, se VOCÊ ficou curioso para saber quais foram os outros títulos que os citados diretores já apareceram no Festival de Cannes em edições anteriores, PREVIEW faz a lista:

Michael Haneke – Violência Gratuita (1997), Código Desconhecido (2000), O Pianista (2011), Caché (2005), A Fita Branca (2009) e Amor (2012)
François Ozon – Swimming Pool – À Beira da Piscina (2003) e Jovem e Bela (2013).
Sofia Coppola  – Maria Antonieta (2006), Bling Ring – A Gangue de Hollywood (2013).
Sergei Loznitsa – Minha Felicidade (2010) e Na Neblina (2012)
Benny Safdie & Josh Safdie – The Pleasure of Being Robbed (2008).
Hong Sangsoo  – A Virgem Desnudada Por Seus Celibatários (2000), Yeojaneun namjaui miraeda (2004), Conto de Cinema (2005), Hahha (2010), O Dia em que Ele Chegar (2011) e A Visitante Francesa (2012).
Fatih Akin – Do Outro Lado (2007).
Kornél Mundruczó – Kis apokrif no. 2 (2004, Johanna (2005), Delta (2008), Szelíd teremtés – A Frankenstein-terv (2010) e White God – Deus Branco (2014).
Yorgos Lanthimos – Dente Canino (2009) e O Lagosta (2015).
Andrey Zvyagintsev – Izgnanie (2007), Elena (2011) e Leviatã (2014).
Bong Joon-Ho – Tokyo! (2008) e Mother – A Busca Pela Verdade (2009).
Naomi Kawase – Suzaku (1997), Shara (2003), Floresta dos Lamentos (2007), Hanezu (2011), O Segredo das Águas (2014) e Sabor da Vida (2015).
Jacques Doillon – La drôlesse (1979), La pirate (1984) e Raja (2003).
Todd Haynes – Velvet Goldmine (1998) e Carol (2015).
Lynne Ramsay – Small Deaths (1996), Gasman (1998), Morvern Callar (2002) e Precisamos Falar Sobre o Kevin (2011).

Publicidade

Deixe o seu Comentário