CRÍTICAS ESTREIAS FESTIVAIS

Em Chamas incendeia a imaginação

em-chamas-2018-burning-festival-do-rio

Depois de percorrer o circuito internacional de festivais e conquistar prêmios, entre eles o FIPRESCI da crítica internacional (Festival de Cannes 2018), EM CHAMAS chega ao Brasil. Exibido nos dois maiores eventos nacionais do segmento, PREVIEW conferiu o longa no Festival do Rio 2018 e, abaixo, você constata o resultado dessa sessão.

em-chamas-2018-burning-festival-do-rioJovem simples, solitário, trabalhador e aspirante a escritor reencontra uma amiga da infância, sonhadora, se apaixona por ela e acaba se envolvendo num relacionamento triangular cercado de mistérios e incertezas. O roteiro prende a atenção e releva os contrastes no universo dos jovens, evidenciando até o que poderia ser chamado de uma “terceira Coreia”, a dos bem sucedidos. Da ficção, cita os renomados William Faulkner e Scott Fitzgerald, mas o foco é na realidade das intenções humanas. Sejam elas no campo do amor ou do ódio.

em-chamas-2018-burning-festival-do-rio

Baseado em um conto, o multi-premiado Lee Chang-Dong escreveu, produziu e dirigiu o longa, marcando seu retorno após oito anos afastado das telas. A trama é interessante, envolvente, mas a longa duração (quase duas horas e meia), “praticada” pelo cineasta em obras como Poesia (2010) e Sol Secreto (2007), reduzem significativamente o impacto.  E essa percepção só aumenta diante de cenas que poderiam ser cortadas sem o menor prejuízo.

 

em-chamas-2018-burning-festival-do-rio

Candidato da Coreia do Sul à uma vaga na categoria Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2019, o filme estreia dia 15 no circuito distribuído pela Pandora FilmesEM CHAMAS é drama com toques de suspense e tem plenas condições de incendiar a imaginação do cinéfilo de carteirinha. 

Publicidade

Deixe o seu Comentário