FESTIVAIS MOSTRAS NOTÍCIAS

Festival do Rio começa hoje, com 200 filmes de 60 países

 

Nos próximos 10 dias, o Rio de Janeiro se tornará a capital do cinema.

Em sua 20º edição, o Festival do Rio chega no formato mais enxuto, porém sem perder seu charme e o público terá à disposição 20 locais diferentes onde poderá conferir os filmes mais comentados, descobrir raridades, votar no melhor da Première Brasil, participar de debates, sessões especiais com a presença de personalidades do cinema mundial e palestras e oficinas gratuitas no Rio Market.

Serão cerca de 200 filmes vindos de 60 países diferentes divididos em cinco mostras: Panorama, Expectativa 2018, Première Latina, Première Brasil e Midnight e Film Doc.

Dos muitos títulos, destaques para os diretores consagrados da cinematografia mundial como: Las Von Trier (A Casa que Jack Construiu, com Uma Thurman), Gus Van Sant (A Pé Ele não Vai Longe, com Joaquin Phoenix),  Jean-Luc Godard (Imagem e Palavra), Mike Leigh (Peterloo), Spike Lee (Infiltrado na Klan), Jafar Panahi (3 Faces), Frederick Wiseman (Morovia, Indiana), Julian Schnabel (No Portal da Eternidade, com Willem Dafoe), Hong Sangsoo (Grass e O Hotel às Margens do Rio), Nadine Labaki (Cafarnaum), Olivier Assayas (Vidas Duplas, com Juliette Binoche), Pablo Trapero (A Quietude), Pawel Pawlikowski (Guerra Fria), Dominga Sotomayor (Tarde para Morrer Jovem),  João Canijo (Fátima), Teresa Villaverde (O Termômetro de Galileu), Julius Avery (Operação Overlord) Emir Kusturica (El Pepe, uma vida suprema), Juan Vera (O amor não Descansa, com Ricardo Darin), Ryusuke Hamaguchi (Asako I & II – Um filme em duas partes sobre a (desilusão amorosa), Denys Arcand (A Queda do Império Americano), Steve McQueen (Viúvas, com Viola Davis, Colin Farrel – Filme de Abertura) entre outros.

Vidas Duplas

Na seleção, destaca-se também uma nova versão de Imagine, de John Lennon e Yoko Ono; o documentário Kusama – Infinito de Heather Lenz (conhecida como a ‘artista das bolinhas’ e considerada um ícone da arte pop japonesa); Ferrante Fever, de Giacomo Durzi – sobre a enigmática escritora italiana Elena Ferrante; RBG, de Betsy West e Julie Cohen um retrato da vida da famosa juíza Ruth Bader Ginsburg, que aos 85 anos tornou-se personalidade cultuada entre os jovens; Não me Toque, de Adina Pintilie – Urso de Ouro em Berlim;  Assunto de Família, de Hirokazu Koreeda – Palma de Ouro em Cannes; Em Chamas, de Lee Chang-dong, baseado no conto Queimar Celeiros, do escritor japonês Haruki Murakami e vencedor do prêmio da crítica no Festival de Cannes de 2018.

Dos filmes nacionais serão 84 títulos dos mais variados temas, de diferentes pontos do país e distribuídos por diversas mostras. Serão 64 longas (incluindo coproduções) e 20 curtas que farão a festa do público que terá a chance de encontrar e conversar com os maiores talentos do cinema brasileiro em sessões de gala abertas ao público. O filme de encerramento do festival será com O Grande Circo Místico, de Carlos Diegues (nosso representante na corrida pelo Oscar 2019).

Assunto de Família

Serão exibidos também 4 grandes clássicos restaurados como: Central do Brasil, de Walter Salles, que esse ano comemora 20 anos e Pixote – A Lei do Mais Fraco, de Hector Babenco, nos traz de volta uma das obras mais singulares do grande realizador, que estabeleceu um marco no cinema do nosso país. Em cópias restauradas, o público poderá rever estas duas grandes obras.

O Festival do Rio homenageia ainda Nelson Pereira dos Santos, um dos nossos maiores cineastas, imortal da Academia Brasileira de Letras, falecido esse ano, apresentando as suas duas primeiras obras – Rio 40 Graus e Rio Zona Norte.

Central do Brasil

Além dos filmes, debates e oficinas, o festival programou dois eventos especiais, reunindo cinema e música: no dia 3 de novembro, um verdadeiro “Concerto Dançante” em homenagem aos filmes dos anos 70 e 80 acontece no Teatro Rival Petrobras.

A Orquestra Petrobras Sinfônica vai apresentar versões orquestradas de músicas das trilhas sonoras dos longas-metragens “Grease”, “Dirty Dancing”, “Os Embalos de Sábado à Noite” e “Xanadu”.

Para conferir a programação completa, basta acessar o site do festival: www.festivaldorio.com.br

 

 

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário