ENTREVISTAS FESTIVAIS

Festival Noia: Novas formas de produzir imagens

Como espelho de seu tempo, o cinema é influenciado pela sociedade que o produz. Por isso, o advento das redes sociais também exerce uma contaminação na produção audiovisual. Alguns exemplos dessa dinâmica foram apreciadas na abertura da Mostra Brasileira de Cinema Universitário do Festival Noia 2017.

Fervendo fala de aborto com a história de duas amigas, mas a primeira cena é formada por postagens de Snapchat ou Instagram Stories realizadas pelas protagonistas. “Elas se relacionam assim na vida real”, explica a diretora de arte Maria Clara Arbex. “Todo momento em que as personagens conversam é pelo celular, até a cena em que estão juntas.”

Cena do filme Simbiótica (2017)

Simbiótica tem uma verve mais experimental e carrega referências de clipes e vídeo-arte em seguimentos mais ou menos independentes. Um deles é formado por uma youtuber em postagens rasas.

“Acho eu ela dita o ritmo do filme”, defende o diretor Gabriel Marques. O curta denuncia personagens que estão aprisionados por imagens com cenas criativas e impacto visual.

Cena do filme Admin/admin (2017)

Outra tendência apresentada na sessão é a apropriação imagética. Admin/admin é formado apenas por imagens de câmeras de segurança disponibilizadas na internet e reportagens televisivas sobre esse tipo de equipamento.

“O filme nasceu de uma disciplina da faculdade em que faríamos um curta-ensaio”, explicou Augusto Daltro, um dos diretores do coletivo baiano Feito a Facão. “A ideia é discutir essa paranoia da classe média.”

Cena do filme Por que não? (2016)

De forma mais sutil, Por que não? também explora esse dispositivo. O documentário usa formato tradicional de entrevistas para abordar as dificuldades enfrentadas por travestis e transexuais para entrar no mercado de trabalho. Entretanto, a abertura do curta é ditado por reportagens policiais. “Percebi que esses programas retratam as travestis e trans como criminosas, de forma sempre negativa”, relata o diretor Lucas Memória.

A Mostra Brasileira ainda terá dois dias de exibição de curtas. A premiação ocorre em 8 de outubro.

Publicidade

Deixe o seu Comentário