FESTIVAIS NOTÍCIAS

João, o Maestro abre a programação do Festival de Gramado 2017

O tradicional Festival de Cinema de Gramado divulga os selecionados da sua 45ª edição e o filme de abertura será João, o Maestro. Alexandre Nero e Rodrigo Pandolfo estão entre os intérpretes de João Carlos Martins, um dos poucos músicos a gravar a obra completa de Bach. O evento acontecerá entre os dias 17 e 26 de agosto, contando com produções de realizadores veteranos e também novos profissionais do cenário audiovisual.

Estão previstos para a competitiva de longas nacionais somente títulos inéditos e, alguns, com passagens por festivais internacionais, como Berlim e Cannes. E falando no aclamado festival francês, Gramado pode aquecer o debate ao selecionar O Matador, longa de Marcelo Galvão e primeiro filme brasileiro produzido para a Netflix, que provocou fortes reações no meio, como a do cineasta Pedro Almodóvar.

o-matador-marcelo-galvao-netflix-2017

O Matador (2017), de Marcelo Galvão.

Entre os homenageados desta edição, o evento premiará a atriz Dira Paes (acima) com o troféu Oscarito, destinado a grandes atores da cinematografia brasileira. O ator Antônio Pitanga receberá o troféu Cidade de Gramado, enquanto o cineasta gaúcho Otto Guerra ficará com o troféu Eduardo Abelin, distinção entregue a diretores, cineastas e entidades do cinema nacional. Dedicado a expoentes do cinema latino-americano, o troféu Kikito de Cristal será entregue à atriz argentina Soledad Villamil (O Segredo dos Seus Olhos).

Soledad Villamil e Ricardo Darín, em O Segredo dos Seus Olhos

Agora, além da seleção de curtas já divulgada, você confere a lista de curta gaúchos e a aguardada seleção de longas nacionais e internacionais da competição oficial. *atualizado em 26/07/2017

LONGAS NACIONAIS
A Fera na Selva (RJ), de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel
As Duas Irenes (SP), de Fábio Meira
Bio (RS), de Carlos Gerbase
Como Nossos Pais (SP), de Laís Bodanzky
O Matador (PE), de Marcelo Galvão
Vergel (Brasil / Argentina), de Kris Niklison
Pela Janela (Brasil /Argentina), de Caroline Leone

LONGAS ESTRANGEIROS
Los Niños (Chile/Colômbia/Holanda/França), de Maite Alberdi
Pinamar (Argentina), de Federico Godfrid
El Sereno (Uruguai), de Guzmán García
Sinfonía para Ana (Argentina), de Virna Molina e Ernesto Ardito
Mirando al Cielo (Uruguai), de Ariel Escalante
La Ultima Tarde (Peru), de Joel Calero
X500 (Colômbia/Canadá/México), de Juan Andrés Arango

CURTAS NACIONAIS
#feique (RJ), de Alexandre Mandarino
A Gis (SP), de Thiago Carvalhaes
Cabelo Bom (RJ), de Swahili Vidal
Caminho dos Gigantes (SP), de Alois Di Leo
Mãe dos Monstros (RS), de Julia Zanin de Paula
Médico de Monstro (SP), de Gustavo Teixeira
O Espírito do Bosque (SP), de Carla Saavedra Brychcy
O Quebra-cabeça de Sara (RJ), de Allan Ribeiro
O Violeiro Fantasma (GO), de Wesley Rodrigues
Objeto/Sujeito (SP), de Bruno Autran
Postergados (SP), de Carolina Markowicz
Sal (SP), de Diego Freitas
Tailor (RJ), de Calí dos Anjos
Telentrega (RS), de Roberto Burd

CURTAS GAÚCHOS (Prêmio Assembleia Legislativa)
10 Segundos (Canoas), de Thiago Massimino
1947 (Porto Alegre), de Giordano Gio
Através de Ti (Santa Cruz do Sul), de Diego Tafarel
Bicha Camelô (Pelotas), de Wagner Previtali
Cores de Bissau (Porto Alegre), de Maurício Canterle
Gestos (Porto Alegre), de Alberto Goldim e Júlia Cazarré
Kátharsis (Caxias do Sul), de Mirela Kruel
Luna 13 (Porto Alegre), de Filipe Barros
Mãe dos Monstros (Porto Alegre), de Julia Zanin de Paula
Secundas (Porto Alegre), de Cacá Nazario
Sena, Os Fios em Prosa (Porto Alegre), de Marcelo da Rosa Costa e Cacá Sena
Sob Águas Claras e Inocentes (Porto Alegre), de Emiliano Cunha
Solito (Porto Alegre), de Eduardo Reis
Telentrega (Porto Alegre), de Roberto Burd
Cá Com Meus Botões, de Murilo Bittencourt
O Caçador de Árvores Gigantes, de Anttonio Pereira
Temporal, de Gabriel Honzik
Yomared, de Lufe Bollini

Publicidade

4 Comentário

Deixe o seu Comentário