FESTIVAIS MOSTRAS NOTÍCIAS

Mostra SP 2018: Programação conta com 62 filmes nacionais

 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo é a principal vitrine da mais recente produção nacional. Neste ano, o festival traz uma seleção de 62 filmes brasileiros, incluindo sessões especiais de clássicos do País.

A Mostra Brasil apresenta longas reconhecidos por festivais internacionais, como TINTA BRUTA, de Marcio Reolon e Filipe Matzembacher, duplamente premiado no Festival de Berlim; AZOUGUE NAZARÉ, de Tiago Melo, que levou o prêmio Bright Future no Festival de Rotterdam; CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS, de Renée Nader Messora e João Salaviza, prêmio do júri de Melhor Documentário em Cannes; e SUEÑO FLORIANÓPOLIS, de Ana Katz, vencedor do Prêmio Especial do Júri, do prêmio de melhor atriz para Mercedes Morán e do Prêmio da Crítica no Festival de Karlovy Vary, além do longa indicado pelo Brasil para concorrer a uma vaga no Oscar 2019, O GRANDE CIRCO MÍSTICO, de Carlos Diegues.

Sueño Florianópolis

Entre os nacionais ainda inéditos no país que serão apresentados no evento estão RASGA CORAÇÃO, de Jorge Furtado, O OLHO E A FACA, de Paulo Sacramento, RELATOS DO FRONT, de Renato Martins, SEQUESTRO RELÂMPAGO, de Tata Amaral, e DESLEMBRO, de Flávia Castro.

Destacam-se entre as sessões especiais a exibição inédita no país da cópia restaurada de CENTRAL DO BRASIL, filme dirigido por Walter Salles que completa 20 anos. Também ganham sessão especial a cópia restaurada de O BANDIDO DA LUZ VERMELHA, de Rogério Sganzerla, e o longa O BRAVO GUERREIRO, de Gustavo Dahl, que comemoram cinco décadas de lançamento, além de FELIZ ANO VELHO, que completa 30 anos e tem direção de Roberto Gervitz. Restaurada pela Fundação George Lucas e executada pela Film Foundation, de Martin Scorsese, a cópia do filme PIXOTE – A LEI DO MAIS FRACO, de Hector Babenco, também ganha sua primeira exibição no Brasil durante o evento.

Sequestro Relâmpago

Os títulos da competição concorrem ao Troféu Bandeira Paulista de Melhor Filme, dado pelo Júri Internacional da 42ª Mostra. Entretanto, todos os brasileiros da Perspectiva Internacional e da Competição Novos diretores concorrem ao Prêmio do Público da Mostra, que inclui o Troféu Bandeira Paulista de Melhor Filme Brasileiro.

42ª Mostra vai contemplar pela segunda vez com o Prêmio Petrobras de Cinema dois filmes brasileiros e pela primeira vez eles serão escolhidos pelo público: R$ 300 mil serão concedidos aos títulos determinados pelos espectadores, sejam da Competição ou da Perspectiva, sendo R$ 200 mil para o melhor longa de ficção e R$ 100 mil para o melhor longa documentário.

Publicidade

Deixe o seu Comentário