FESTIVAIS MOSTRAS

Mostra SP: Vão Livre do Masp tem sessões de clássicos

Filmes que não serão exibidos em nenhum outro lugar integram as sessões deste espaço, que são sempre gratuitas.

As projeções ocorrem diariamente de 23 a 27 de outubro, sempre às 19h30. Serão exibidas cópias 35 mm do acervo da Cinemateca Brasileira de filmes nacionais. As exceções são As Canções (2011), de Eduardo Coutinho, e o longa norte-americano Invictus (2009), de Clint Eastwood, que faz parte da programação especial em homenagem ao centenário de Nelson Mandela e encerra a programação ao ar livre no sábado, dia 27.

Abre a programação, na terça (23/10), o documentário As Canções, de Eduardo Coutinho, em que homens e mulheres contam e cantam as músicas que marcaram suas vidas. No dia seguinte será exibido Matar ou Correr, filme de 1954, de Carlos Manga. O filme é ambientado em uma cidadezinha do Velho Oeste, que é aterrorizada pelos desmandos do bandido Jesse Gordon. Certo dia, de passagem pelo lugar, os forasteiros Kid Bolha e Cisco Kada deparam-se com o vilão e acidentalmente o nocauteiam. Em gratidão a esse gesto heroico, os moradores de City Down nomeiam Kid Bolha seu novo xerife. No entanto, tempos depois, Jesse Gordon escapa da prisão. Sedento por vingança, o bandoleiro ameaça atemorizar a cidade e acabar com o xerife Kid Bolha.

Na quinta é Uma Vida em Segredo, de Suzana Amaral, que ganha projeção. O filme conta a história de Biela, uma jovem que vive em uma fazenda. Quando seu pai morre, a garota fica sozinha e passa a morar com os primos na cidade que, embora seja pequena e interiorana, é uma realidade muito diversa da que Biela conhece. Seus tios fazem de tudo para integrar a sobrinha à família e à sociedade, mas ela não consegue. A jovem prefere ficar na cozinha com os empregados a sentar-se à mesa com os primos. Num processo bastante intimista e reflexivo, Biela mergulha cada vez mais no próprio universo.

A versão para o cinema do musical de Chico Buarque, Ópera do Malandro, dirigido por Ruy Guerra, será exibido na sexta (26/10). No boêmio bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, nos anos 40, um vigarista elegante e popular explora uma cantora de cabaré e ganha a vida através de pequenos golpes. Mas então ele conhece Ludmila, a filha do dono do cabaré, que quer ficar rica com contrabando durante a guerra.

A sessão derradeira, no sábado (27/10), fica por conta de Invictus. O filme é ambientado na África do Sul quando Nelson Mandela, presidente do país, chama François Pienaar, capitão da seleção nacional de rugby, para uma conversa. Recém-eleito, Mandela sabe que, mesmo após o fim do apartheid, sua nação segue racial e economicamente partida. Sua ideia é unir toda população por meio do esporte.

Publicidade

Deixe o seu Comentário