FESTIVAIS MOSTRAS NOTÍCIAS

Mostra Tiradentes: Pílulas

Homenagem a uma múltipla Grace Passô

 Premiada nos últimos anos nos festivais do Rio e de Brasília, Grace Passô ganhou homenagem na Mostra de Tiradentes por meio das exibições dos filmes Temporada, de André Novais Oliveira, e Elon não Acredita na Morte, de Ricardo Alves Jr. Mas a novidade da programação foi Vaga Carne, texto de Passô apresentado pela própria no teatro que ganhou versão cinematográfica assinada pela atriz e por Alves Jr. Foi a oportunidade dos espectadores conhecerem a extensão das funções artísticas exercidas por Passô.

Crédito: Lucas Ávila

 Os concorrentes da Mostra Aurora

 Parte competitiva da Mostra de Tiradentes destinada a filmes independentes e dotados de vigor autoral, a Aurora é composta, esse ano, pelos longas Seus Ossos e Seus Olhos, de Caetano Gotardo, Tremor Iê, de Elena Meirelles e Lívia de Paiva, A Rainha Nzinga Chegou, de Junia Torres e Isabel Casimira Gasparino, Desvio, de Arthur Lins, Vermelha, de Getúlio Ribeiro, Um Filme de Verão, de Jo Serfaty, e A Rosa Azul de Novalis, de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro. Os filmes são avaliados pelo Júri da Crítica e pelo Júri Jovem. Os vencedores serão anunciados no próximo sábado, último dia da Mostra.

A Rosa Azul de Novalis

 As importantes mostras de Tiradentes

 Além da Aurora, a Mostra de Tiradentes conta com importantes mostras paralelas – casos da Corpos Adiante, título do recorte curatorial desse ano, e da Olhos Livres, que reúnem filmes elogiados, como Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes, e aguardados, como Tragam-me a Cabeça de Carmen M., de Felipe Bragança e Catarina Wallenstein. Há ainda a Mostra Praça, que conta com as exibições de Clementina, documentário de Ana Rieper sobre Clementina de Jesus, e Meu Nome é Daniel, documentário que traz o próprio diretor, Daniel Gonçalves, como personagem.

Tragam-me a Cabeça de Carmem M

 Para ver Rômulo Braga

 O ator Rômulo Braga é presença constante na programação da Mostra de Tiradentes. Além do trabalho em Elon não Acredita na Morte, também aparece em Currais, de David Aguiar e Sabina Colares, mescla de documentário e ficção centrada no confinamento de flagealados da seca de 1932, no Ceará, e em Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado, escolhido para a noite de encerramento da Mostra – que também contará com a exibição de Depois da Farsa, de Cristiano Burlan, Dellani Lima, Frederico Machado e Taciano Valério.

Elon Não Acredita na Morte

 Cinema brasileiro nas perspectivas dos estrangeiros

 Conhecida pelos debates consistentes sobre os filmes da programação, a Mostra de Tiradentes também conta com seminários de profissionais estrangeiros sobre o cinema brasileiro. Esse ano, Roger Koza, crítico de cinema e programador do Hamburg International Film Festival e Viennale, Claire Allouche, crítica e pesquisadora, Diego Lerer, da Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes e programador do Pingyao Film Festival, Maria Campaña Ramia, programadora do Ambulante Documentary Film Festival e consultora de programação do Encuentros del Outro Cine\Edoc e do IDFA\Equador, Mathilde Henrot, COO do Festival Scope e programadora dos festivais de Locarno e Sarajevo, e Violeta Bava, consultora de programação do Festival de Veneza, abordam estratégias de seleção e programação dos festivais internacionais e abordam suas visões acerca da produção brasileira.

Publicidade

Deixe o seu Comentário