NOTÍCIAS

Aquarius é preterido por Pequeno Segredo para representar o Brasil no Oscar

Não dá para negar o desaponto por Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, não ser a produção brasileira em busca de uma das cinco vagas na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro. Mas também não dá para criticar a escolha de Pequeno Segredo, de David Schurmann, pelo simples fato de ninguém ter visto a produção. Vai ver é bom mesmo. Por ora, isso é o de menoss, porque a polêmica continua.

Segundo as regras, os filmes inscritos devem ter sido lançados em circuito comercial e ficado em cartaz por pelo menos sete dias consecutivos entre os dias 1º de outubro de 2015 e 30 de setembro de 2016. A estreia oficial estava marcada para 10 de novembro, o que o tornaria inelegível. Mas a mesma comissão do Ministério da Cultura (MinC) que fez o anúncio do candidato nesta segunda-feira disse que o longa estreia em 22 de setembro.

A divulgação dos indicados à 89ª edição do Oscar está marcada para 24 de janeiro. A cerimônia de premiação acontece em 26 de fevereiro. Pequeno Segredo é baseado em um episódio real ocorrido com a família Schurmann, conhecida por navegar o mundo. Kat, a filha adotiva de Heloisa e Vilfredo Schurmann, morta em 2006, é o centro da narrativa. O longa tem no elenco Julia Lemmertz, Maria Flor, Fionnula Flanagan, Marcello Antony, Erroll Shand e Mariana Goulart.

“Obrigado a todos os que acreditam nesse filme! Meu profundo respeito a todos os maravilhosos filmes inscritos. Tenham certeza que faremos de tudo e não economizaremos energias para representar nosso país na premiação do Oscar 2017. Obrigado, Obrigado obrigado!”, escreveu David Schurmann em seu perfil no Facebook.

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário