DVD, BLU-RAY ... NOTÍCIAS

Mate as saudades da trupe do Premeditando o Breque

premeditando-o-breque

Eles faziam uma farra no palco com suas canções irreverentes, verdadeiras crônicas sociais urbanas com qualidade técnica e harmônica indiscutível. Formado em 1976 por estudantes do departamento de música da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, o grupo Premeditando o Breque fez muito sucesso na vanguarda paulistana dos anos 1980, também representada por Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção, Grupo Rumo, entre outros. Nunca ouviu falar do Premê? Pois a banda que vai completar 40 anos de carreira é revisitada no documentário Premê – Quase Lindo, que está saindo em DVD e será exibido neste sábado, dia 14, na Livraria Cultura (Av. Paulista, 2073, São Paulo), às 18h. A partir das 17h, o público poderá retirar a senha para acompanhar a sessão, que é gratuita.

premeditando-o-brequeDirigido por Alexandre Sorriso e Danilo Moraes, o documentário foi um dos destaques do último Festival É Tudo Verdade e é resultado de seis anos de trabalho, entre pesquisas e finalização. Há imagens inéditas de arquivo, como entrevistas em programas de TV e imagens de shows que nem o próprio grupo conhecia. Claus Petersen, Marcelo Galbetti, Mário Manga e Wandi Doratiotto integram o Premê desde a fundação. Sem prender-se a um estilo musical, eles caíram no gosto de crítica e público ao promover uma verdadeira anarquia musical com arranjos elaborados, letras irônicas e a mistura de ritmos.

premeditando-o-brequeO título “Quase Lindo” é homônimo ao LP de grande sucesso na época, com faixas que marcaram a cena musical, como a canção “São Paulo, São Paulo”, uma divertida referência a “New York, New York”, mas adaptada à capital paulista. No DVD, os extras reúnem, além de entrevistas de muitos dos integrantes que já passaram pelo Premê, depoimentos de personalidades como Lulu Santos, Fernando Meirelles, Marcelo Tas, Maurício Kubrusly e Nelson Ayres, que relatam experiências que tiveram com o grupo. “Recuperar essas imagens se tornou um mergulho na minha infância e comprovou que todas as histórias divertidas que o meu pai me contava realmente aconteceram”, afirma Danilo Moraes, que é filho de Wandi e também um dos integrantes do grupo há mais de 20 anos.

Publicidade

Deixe o seu Comentário