CRÍTICAS ESTREIAS

Han Solo: Uma história “Guerra nas Estrelas”

han-solo-uma-historia-star-wars-2018-4

Que tipo de espectador é você? Se achou estranho um texto sobre um filme iniciado com uma pergunta, saiba que a resposta a ela está diretamente ligada ao tipo de percepção e satisfação que você terá na sala escura ao se aventurar por essa nova produção chamada Han Solo: Uma História Star Wars.

han-solo-uma-historia-star-wars-2018Como se sabe, tudo começou há muito tempo, numa galáxia muito distante… quando Guerra nas Estrelas (Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança) chegou aos cinemas, em 1977, graças ao visionário cineasta George Lucas. Na época, nada de atores famosos ou imaginar o alcance que a trama teria, mas o público ficou fascinado pelo universo apresentado. Ali, se forjou o personagem Han, um misto de herói e anti-herói interpretado por Harrison Ford. Parceiro do lendário Luke Skywalker (Mark Hamill) na primeira aventura, ele ganha aqui o seu filme, perdão pelo trocadilho, solo, e interpretado, novamente, por um ator (Alden Ehrenreich) não muito conhecido, mas que se saiu muito bem na missão.

han-solo-uma-historia-star-wars-2018O roteiro está bem amarrado, não contém nenhum primor em termos de conflitos, e conta de maneira satisfatória essa história que se passa cerca de 10 anos antes do que foi visto no primeiro filme. Atenderá aos fãs ferrenhos, em diferentes níveis, mas principalmente ao espectador que poderia ser chamado de “normal”. Daí, a satisfação estar diretamente ligada ao que essa pessoa procura na telona e seu nível de cobrança. Cheio de percalços durante sua realização, como troca de roteiristas e diretor, é impossível afirmar que o resultado final desse projeto não tenha ficado bom.

Solo: A Star Wars Story (título original) é uma grande aventura, bem humorada, que revela as origens desse personagem icônico, seu comportamento, cinismo e até mesmo o porquê do nome. Entre outras revelações, mostra o surgimento da cultuada nave Millenium Falcon, e também como apareceram na vida do rebelde outras figuras conhecidas, como o trambiqueiro Lando e o igualmente famoso e parceiro, o wookie Chewbacca. As cenas de ação são boas e não faltam referências ao universo criado por Lucas e a expansão dele.

Com bom ritmo, efeitos especiais e trilha sonora que faz jus ao legado de outros nove filmes (sim, este é o 10º!), é bacana ver o flerte com os clássicos faroestes em enquadramentos típicos das cenas de duelo/tensão. E o mérito é do diretor do oscarizado Uma Mente Brilhante (2001) e do radiante Rush – No Limite da Emoção (2013). Ron Howard não é nem um pouco cultuado pela turma geek/nerd e afins, mas é inegável o bom trabalho feito com um elenco talentoso e de diferentes gerações, como Emilia Clarke e Donald Glover, além de Woody Harrelson e Paul Bettany, ótimo como vilão. No mínimo, o cineasta manteve acesa a chama da saga para o outro episódio (ainda sem título) previsto para estrear em dezembro de 2019.

O trailer, você mais abaixo e confira como fica a CRONOLOGIA dessa viagem no espaço:
1 – Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma (1999)
2 – Star Wars Episódio II: O Ataque dos Clones (2002)
3 – Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith (2005)
3,5 – Han Solo: Uma História Star Wars (2018)
3,75 – Rogue One: Uma História Star Wars (2016)
4 – Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança (1977)
5 – Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca (1980)
6 – Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi (1983)
7 – Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força (2015)
8 – Star Wars Episódio VIII: Os Últimos Jedi (2017)
9 – Star Wars Episódio IX: ? (2019)

Publicidade

Deixe o seu Comentário