ESTREIAS NOTÍCIAS TRAILERS

Exclusivo: Pílulas de Toro e Hector, que fecham a trilogia de Edu Felistoque

Em 2014, o cineasta Edu Felistoque lançou Insubordinados, escrito e estrelado por Silvia Lourenço. A protagonista, Janete, passa o dia no hospital ao lado do pai, que está em coma. Aproveita o tempo ocioso para escrever seu primeiro romance policial, inspirada pela profissão do pai. A narrativa corre no tempo real e no tempo literário. Felistoque anunciou o filme como primeiro capítulo da Trilogia da Vida Real, e nesta quinta, 24, estreia de uma só vez as duas próximas produções, Toro e Hector.

O segundo filme da trilogia, Toro, conta com argumento e direção de Edu Felistoque e roteiro de Júlio Meloni. No elenco estão nomes como Rodrigo Brassoloto (Ação Entre Amigos), Naruna Costa (Amor em Sampa) e Sergio Cavalcante (Força Tarefa). A trama reúne múltiplas interpretações de temas atuais. Uma das camadas é a intolerância. A personagem central se mantém em fuga de sua própria condição, oprimindo seus mais íntimos desejos através da falsa imagem de violento lutador.

A trilogia se fecha com Hector, também com argumento e direção de Felistoque e roteiro de Meloni, além de Sergio Cavalcante e  Rodrigo Brassoloto entre o elenco. Um misto de drama psicológico e terror, Hector traz o personagem mergulhado em uma viagem mental entre o passado e o presente.

Segundo o diretor, a estratégia do lançamento simultâneo nos cinemas os dois últimos filmes da Trilogia da Vida Real foi criada pelos produtores e pela distribuidora Polifilmes após estudos e pesquisas que mostraram o interesse do público, conquistado no lançamento do primeiro longa da trilogia. “Podemos somar esforços e as verbas de promoção destinadas a cada filme obtendo melhores resultados na divulgação. Além de ser uma ótima oportunidade de testar a estratégia nada convencional de lançamentos de filmes no Brasil. Poderemos observar os resultados finais e analisar a experiência de liberar a divulgação  dos títulos que estarão disponíveis on demand no Net Now, na semana seguinte que os mesmos saírem de cartaz dos cinemas”, explica Edu Felistoque.

Veja a seguir, com exclusividade, as pílulas de Toro e Hector.

Publicidade

Deixe o seu Comentário