CRÍTICAS FESTIVAIS NOTÍCIAS

Gramado: Mi Mundial fala do sonho de ser astro de futebol

Na disputa pelo Kikito de melhor longa latino, Mi Mundial bateu os 50 mil espectadores no Uruguai. O drama dirigido por Carlos Andrés Morelli é um filme para a família e tem como público certo os milhares de garotos apaixonados por futebol, que sonham chegar ao Olimpo da bola, hoje ocupado por craques como Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo.

Para o adolescente Tito Torres (o carismático estreante Facundo Campelo), esse desejo começa a tomar forma quando um olheiro (o ator brasileiro Roney Villela) se oferece para gerenciar sua carreira e levá-lo para uma peneira em um time da capital. Entenda que a família dele, cujos pais são vividos pelos ótimos Néstor Guzzini (A Outra História do Mundo) e Verónica Perrotta (Mulher do Pai), está com dificuldades de colocar comida na mesa.

Não à toa, a mãe vê ali a chance da virada, porque o pacote é irresistível: apartamento de luxo em Montevidéu, seguro saúde para todos, contratos publicitários e outros chamegos. Já o pai, apesar do deslumbramento, ainda mantém um dos pés no chão, receoso dos desdobramentos daquela mudança relâmpago e do afastamento do filho das atividades escolares.

Há duas frentes igualmente contundentes no enredo, que ora foca nesse novo arranjo familiar, invadido por um agente que começa a dar as ordens, ora explora os desafios de Tito no meio de rivais com o mesmo sonho, além das vivências próprias da idade, como o primeiro amor, que fica para trás na cidade pequena.

Uma reviravolta vai obrigar todos a repensar os planos. Essa trama leve é adaptada do livro infantojuvenil de mesmo nome, escrito por Daniel Baldi, ex-jogador uruguaio com se firmou como autor.

O prólogo, inclusive, é assinado por Diego Lugano, ex-zagueiro da seleção uruguaia que fez carreira no São Paulo e hoje está na diretoria do clube paulista. O texto é lido pelo protagonista em uma cerimônia de formatura e as palavras de Lugano de certa forma desmistificam a tão desejada carreira futebolística. O mensagem é simples e direta: “corra atrás dos sonhos, mas antes estude, estude e estude”. Os pais vão aplaudir.

Mi Mundial deve chegar aos cinemas nacionais entre novembro e dezembro.

 

 

 

Publicidade

Deixe o seu Comentário