FESTIVAIS NOTÍCIAS PERSONALIDADES PREMIAÇÕES

Todo mundo quer uma casquinha de Renato Aragão

O ator e humorista Renato Aragão foi homenageado durante a cerimônia de abertura do Cine Ceará 2018, na noite de 4 de agosto. Nessas ocasiões, é costumeiro aproveitar-se do prestígio da figura homenageada para alavancar visibilidade e massagear egos, mas o evento cearense testou o limite de tal prática. Falemos disso daqui a pouco.

Como de praxe em festivais de cinema, foi exibido um vídeo realizado pelo Canal Brasil com cenas dos filmes do homenageado com seu próprio depoimento como narração, extraído de alguma entrevista no arquivo do canal. Depois, foi emendado outro vídeo, sobre o sucesso da Mostra Trapalhões, em cartaz no ano passado no Cine São Luiz, sede do festival. Esse foi o pretexto para uma homenagem duplicada.

Finda a projeção, Renato Aragão sobe ao palco para receber os troféus e então dar algumas palavras para o cinema lotado. O promotor geral do Ceará Juvêncio Vasconcelos Viana, que tem em comum com o homenageado o estado de nascimento e a formação em Direito, declarou-se fã de Aragão que, por “obra do acaso”, tinha tido a oportunidade de prestigiá-lo, como se sua presença ali fosse resultado de uma rifa e não por questões políticas.

Depois foi a vez de Fabio Porchat falar e entregar o troféu do festival. “Renato Aragão é uma instituição”, disse o humorista. “Estou aqui muito feliz e emocionado, para te agradecer.”

Renato mostrou-se feliz e falou sobre homenagens passadas que recebeu e do fato de ter estado presente na inauguração do Cine São Luiz. “Essa homenagem é especial, porque vem da minha terra”, afirmou. “Foi aqui que comecei.”

Poderia acabar por aí, mas houve mais. Renato atendeu a alguns fãs, com a ajuda de Fabio Porchat que segurou as pontas na quebra de protocolo com boas piadas e condução dos acontecimentos. “Gente, vamos logo porque ainda tem um festival para acontecer”, anunciava. “Se demorar demais, o Renato vai comer pão”, em referência a piada clássica do trapalhão. Autógrafos e fotos depois, a celebração poderia ser encerrada, mas houve mais.

Foi pedido para Renato permanecer no palco para ouvir palavras de saudação do secretário de cultura (quê?). Mais gente sobe no palco para aparecer na foto com Aragão que, na primeira oportunidade, despediu-se do público e saiu do palco. Restou ao secretário dar as boas-vindas ao público e abrir oficialmente o festival.

O Cine Ceará 2018 segue com programação gratuita até o dia 11.

Publicidade

Deixe o seu Comentário