Operação Guarda em Ação chega à região urbana do Anhanduizinho – CGNotícias

A quarta semana de atividades da Operação Guarda em Ação teve início nesta segunda-feira (26), contemplando a região urbana do Anhanduizinho. A base móvel instalada no cruzamento entre as ruas Tucuruvi e Manoel Garcia de Souza, no Bairro Alves Pereira, além de dar suporte ao trabalho já realizado pela Guarda Civil Metropolitana, abrigará equipes responsáveis pela atuação em rondas preventivas, atendimentos, serviços de apoio como Patrulha Maria da Penha, Trânsito e Patrulha Ambiental, orientação à população com as demandas trazidas por ela, bem como o recebimento denúncias via 153.

A solenidade que marcou o início dos trabalhos contou com a presença de moradores, lideranças comunitárias e representantes da Polícia Civil e Polícia Militar. A prefeita Adriane Lopes destacou a força da descentralização das ações municipais e a importância de parcerias entre as Forças de Segurança no combate à criminalidade e na implementação de ações que garanta a segurança dos moradores de toda a Campo Grande.

“Uma das características da atual gestão municipal é a realização de um trabalho itinerante, com gabinete nos bairros e atendimentos nas comunidades, ouvindo as pessoas com o intuito de elaborar ações cada vez mais assertivas, que vão ao encontro das necessidades dos moradores. Na área da segurança pública não tem sido diferente. Nós agradecemos a presença e a parceria da Polícia Civil e da Polícia Militar, pois, é fundamental que haja essa construção positiva entre as forças de segurança do Estado e do Município para que sigamos trabalhando por uma cidade mais segura para todos”, pontuou a chefe do Executivo Municipal.

O comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Felipe, exaltou a ação, por meio da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesdes), e falou da união do trabalho conjunto entre Guarda Civil Metropolitana e as polícias no atendimento aos munícipes.

“Ficamos muito felizes em poder somar esforços com o município para que consigamos, por meio de colaboração mútua, entregar um trabalho cada vez melhor para a população”, pontuou.

O delegado da Polícia Civil, Leandro Azevedo, parabenizou a gestão municipal pelo projeto e também enfatizou a necessidade da atuação conjunta no combate à criminalidade.

“É uma satisfação muito grande ver uma iniciativa tão importante para a comunidade ser colocada em prática, em especial nesta área que é muito sensível, que tem uma demanda muito grande e necessita de uma atenção diferenciada. A administração municipal está de parabéns e acredito que dará muitos resultados”.

Conforme explica o titular da Sesdes, Anderson Gonzaga, o projeto que teve início no último dia 05 de fevereiro vai beneficiar as 7 regiões urbanas da Capital, além dos dois Distritos, com ações voltadas a orientação e o combate à criminalidade e a violência.

“Serão realizadas diversas ações como operações que visam reprimir o uso de linhas cortantes na prática de soltar pipas, também combate à receptação de metais, haverá blitz próximo às escolas, um trabalho voltado à identificação e o combate ao cyberbullying e também serão dadas orientações sobre violência contra a mulher, realizadas através das equipes da Patrulha Maria da Penha. São atividades em diversas frentes que colocam esses serviços à disposição dos moradores e aproximam a GCM da população”.

Além da região Anhanduizinho e Central, o Guarda em Ação já contemplou as regiões do Lagoa e do Segredo.

O presidente da Associação de Moradores dos bairros Alves Pereira e Antunes, Antônio Marcos Bogarim, comemora a chegada da base da GCM que, segundo ele, contribuirá significativamente para a diminuição da criminalidade.

“Somos gratos à Prefeitura por nos atender, trazendo a Guarda Civil Metropolitana para dentro do nosso bairro. Ter a base aqui, com certeza, vai inibir a ação de criminosos e contribuir para que a paz volte a reinar na nossa região, algo que tem sido pedido há muito tempo pelos moradores”, disse.

A chegada do aparato foi comemorada pelo bem-humorado, ‘Seu’ José Munim, de 79 anos. Orgulhoso, o morador diz ter criado os três filhos no bairro, de onde é morador desde 1977. “Moro na Rua Paiaguás e meus filhos foram criados aqui. Amo esse lugar, é muito bom ver a Guarda aqui, a gente pode andar pelas ruas, sentar embaixo de uma árvore e conversar com os vizinhos sem o medo de ser assaltado, isso é muito bom”, completou.

Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *