Agência Minas Gerais | Copasa promove troca em equipes enviadas ao Rio Grande do Sul

Enviadas ao Rio Grande do Sul no início de maio para ajudar o estado atingido por enchentes, as equipes de técnicos da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estão passando por uma troca 20 dias após o início dos trabalhos para restabelecer o abastecimento de água. 

Sob condições desafiadoras, os profissionais atuaram nas cidades mais atingidas, junto com outras empresas de saneamento. Da equipe inicial de 22 pessoas, 13 estão retornando para Minas e outras 13 começam a atuar já neste final de semana no Rio Grande do Sul.

De volta a Frutal, no Triângulo Mineiro, Ângelo Silva, supervisor eletromecânico, e Éder Souza, técnico químico, estavam em Porto Alegre e trabalharam em manutenções para recuperação de bombas, painéis elétricos e redes de distribuição em intervenções nas redes de drenagem pluvial.

Eles também auxiliaram nos estudos das dosagens de produtos e em formas adequadas de tratar a água, que teve suas características alteradas em virtude das enchentes.

“Vi de perto casas submersas até a metade e carros cobertos pela água. Tivemos contato com a água contaminada e com mau cheiro. Mas o que mais me marcou foi a união de pessoas de estados diferentes, de empresas diferentes, mas com o mesmo objetivo: ajudar a minimizar o sofrimento daqueles que foram de alguma forma afetados pelas enchentes”, conta Ângelo.

A cooperação e a solidariedade também foram os pontos que mais chamaram a atenção de Éder. “Tanto os companheiros da Copasa quanto dos demais estados tinham sempre a preocupação com a segurança uns dos outros e o foco no bem-estar da população. Além disso, o suporte da Copasa mostra a força e profissionalismo que a nossa empresa tem”.

Ângelo e Éder fazem parte da Unidade de Negócio Oeste da Copasa, que abrange 58 municípios das regiões do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba e , além de colegas de serviço, são pai e filho.

Copasa / Divulgação


Trabalhos continuam

A liderança da equipe passará do supervisor eletromecânico Geraldo Magela Mendes para o também supervisor Felipe Arruda.

Entre os remanescentes, está a engenheira de Projetos e Obras da Copasa, Tessa Pires da Mota Belo. “O caminho foi árduo e ainda se tem muito o que avançar, mas poderia ter sido ainda mais difícil se não contássemos com o profissionalismo, comprometimento e o alto conhecimento técnico da equipe que, por mais de 20 dias, deixou seu estado para ajudar os irmãos gaúchos”, diz Tessa.

Os profissionais continuam na capital gaúcha trabalhando nas manutenções eletromecânicas e hidráulicas, ajudando a restabelecer painéis elétricos, quadros de comando e bombas das estações de bombeamento de água pluvial.

Eles também operam em estações de bombeamento de água bruta e tratada, danificadas pela ação das águas que ultrapassaram marca histórica, a fim de esgotar as águas que invadiram a cidade e também para normalizar o abastecimento em dezenas de bairros.

A Copasa também já enviou mais de 30 mil litros de água potável aos gaúchos e, por meio do Programa de Voluntariado, iniciativa solidária dos empregados, está promovendo em toda companhia a “Campanha do Agasalho”, em parceria com o Serviço Social Autônomo (Servas), para arrecadar roupas, sapatos e cobertores, além de brinquedos e caixas de bombons, que também serão encaminhadas para as crianças dos alojamentos e abrigos.

Curso de produção de festivais pode ser o passaporte para trabalhar em megaevento na Praça Mauá – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Já pensou em fazer um curso gratuito de produção de festivais e eventos culturais, e, depois, ser selecionado para trabalhar em um megaevento em um dos cartões postais do Rio de Janeiro? A Secretaria de Trabalho e Renda, em parceria com a co.liga, convida os jovens entre 18 e 29 anos e que morem na cidade a fazer o curso, que dura apenas cinco horas e pode ser feito de qualquer dispositivo com conexão à internet. Depois, é só se inscrever e torcer para conquistar o seu lugar no Festival LED – Luz na Educação, que será realizado no Museu de Arte do Rio (MAR) e no Museu do Amanhã, na Praça Mauá, nos dias 21 e 22 de junho.

No curso, os jovens aprenderão, entre outros temas, os conceitos e ferramentas de planejamento e execução de festivais e eventos culturais e modelos de planilhas para identificar funções e necessidades logísticas. Mas é necessário ter uma conta no Google para poder acessar o curso aqui.

– É uma ótima oportunidade para se qualificar em uma escola que possui grande expertise e que busca inserir os jovens em atividades da economia criativa. E oito deles ainda terão a chance de trabalhar em um evento de grande porte, como é o Festival LED – afirmou o secretário de Trabalho e Renda, Everton Gomes.

Depois de concluído o curso, podem se candidatar ao edital co.liga + Festival LED 2024 os jovens que tenham obtido o certificado e tenham o perfil completo preenchido na comunidade de co.ligados (que pode ser acessado também pelo site). Os selecionados para trabalhar nos dois dias do festival neste edital ganharão uma bolsa de mil reais.

Marcações: Curso de produção de festivais curso gratuito Festival LED – Luz na Educação

Quais filmes vão passar SÁBADO (25/05) na Globo? SESSÃO DE SÁBADO, CORUJÃO E SUPERCINE

Por MRNews

COnfira a programação da Globo  hoje, 25/05/2024 e que horas começam os filmes de hoje. 

Sábado, 25/05/2024

04:25 Corujão II – Tinha Que Ser Ele?

06:00 Globo Repórter

06:50 É de Casa

11:45 Praça TV – 1ª Edição

12:50 Troque Sua Antena

13:00 Globo Esporte

13:25 Jornal Hoje

14:10 Cheias de Charme

14:40 Sessão De Sábado – Patch Adams – O Amor É Contagioso

16:15 Caldeirão Com Mion

18:40 No Rancho Fundo

19:25 Praça TV – 2ª Edição

19:45 Família é Tudo

20:30 Jornal Nacional

21:20 Renascer

22:25 Altas Horas

00:15 Faixa Combate

01:00 Supercine – Stuber ±A Corrida Maluca

02:40 Família é Tudo

03:20 Comédia Na Madruga I

 

Programação de Filmes na TV Globo para Sábado, 25 de Maio de 2024

 

Neste sábado, 25 de maio de 2024, a TV Globo traz uma seleção variada de filmes para entreter o público durante todo o dia e a noite. Com opções que vão da comédia ao drama, a programação promete agradar a todos os gostos. Confira os destaques:

 

Corujão II: Tinha Que Ser Ele?

 

**Título Original:** Why Him?

**País de Origem:** EUA

**Ano de Produção:** 2016

**Diretor:** John Hamburg

**Elenco:** Bryan Cranston, James Franco, Zoey Deutch, Cedric the Entertainer

**Classe:** Comédia

 

Ned, um pai superprotetor, conhece o novo namorado de sua filha, um jovem milionário cujo comportamento excêntrico e sem noção cria muitos conflitos com o pai preocupado. Uma comédia cheia de momentos hilariantes que explora o choque de gerações e estilos de vida.

 

Sessão De Sábado: Patch Adams – O Amor É Contagioso

 

**Título Original:** Patch Adams

**País de Origem:** EUA

**Ano de Produção:** 1998

**Diretor:** Tom Shadyac

**Elenco:** Robin Williams, Monica Potter, Daniel London

**Classe:** Drama

 

Baseado na vida real do Dr. Hunter “Patch” Adams, o filme conta a história de um estudante de medicina que acredita que a risada é o melhor remédio. Seus métodos pouco convencionais para tratar pacientes enfrentam resistência do establishment médico, mas ele continua determinado a trazer alegria e cura aos doentes hospitalizados.

 

Supercine: Stuber – A Corrida Maluca

 

**Título Original:** Stuber

**País de Origem:** EUA

**Ano de Produção:** 2019

**Diretor:** Michael Dowse

**Elenco:** Dave Bautista, Kumail Nanjiani, Mira Sorvino, Natalie Morales, Karen Gillan, Iko Uwais, Betty Gilpin

**Classe:** Comédia

 

Stu, um motorista de Uber, é surpreendido quando um policial endurecido o força a acompanhá-lo em uma caçada por um perigoso criminoso. Ao longo de uma série de eventos arriscados e engraçados, Stu tenta sair ileso e salvar o dia. Uma comédia de ação que promete muita diversão e adrenalina.

 

Prepare-se para uma Maratona de Filmes

 

Com essas opções variadas, a TV Globo garante um sábado cheio de emoções, risadas e momentos tocantes. Não perca a chance de curtir esses filmes e aproveite para reunir a família e amigos para uma maratona cinematográfica!

Prefeitura de Sorocaba entrega matrícula nominal de terrenos aos primeiros contemplados do programa Lotes Sociais – Agência de Notícias

Fotos: Ricardo Campolim (Secom/Sorocaba)

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Habitação e Regularização Fundiária (Sehab), realizou, na manhã deste sábado (25), na Casa do Cidadão Itavuvu, a entrega da matrícula nominal do terreno no Parque Vitória Régia às primeiras 32 famílias em situação de vulnerabilidade social, beneficiadas pelo programa Lotes Sociais.

Instituído pela Lei Municipal nº 12.486/2022, o programa visa encaminhar famílias em situação de vulnerabilidade social para receberem gratuitamente terrenos públicos, com toda a infraestrutura necessária, como água potável, saneamento básico, iluminação, dentre outros serviços, além de auxiliá-las na execução de moradias, inclusive com protótipos de plantas sociais, que vão variar conforme o perfil de cada família, para que elas já tenham uma base de edificação para ser construída.

Com essa iniciativa municipal, será possível acabar com a insegurança jurídica de famílias que residem em áreas não passíveis de regularização fundiária, bem como garantir o direito à habitação aos beneficiários do auxílio-moradia (Lei Municipal nº 11.210/2015), também chamado de aluguel social.

Na ocasião, a Sehab também entregou o Alvará de Licença de Obras, o projeto aprovado, que foi feito de acordo com a necessidade de cada família, por meio da assistência técnica da Sehab, bem como a placa de obras, de acordo com o Código de Obras.

Os lotes disponibilizados para o programa municipal variam de 110 a 125 metros quadrados de área e estão localizados nas ruas Antonio Silva Saladino, Orsélio Pereira e José Martinez Peres, na altura da Rua Francisco Siedler, bem próximo ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Vitória Régia, ao campo de futebol e ao Parque “Amedeo Franciulli”.

Além de receber o terreno público, as famílias beneficiadas, que esperam, há anos, por uma alternativa de habitação, receberão o acompanhamento técnico de arquitetos e engenheiros e uma planta social modular, que poderá ser construída em etapas, conforme os recursos de cada família.

A Sehab também quantificará os materiais necessários para a execução da obra. Cada morador terá o prazo de um ano para construir sua moradia, a partir da data de titulação da matrícula, podendo ser prorrogado por mais um ano.

A Secretaria da Habitação e Regularização Fundiária está localizada na Rua Souza Pereira, 448, no andar térreo, no Centro de Sorocaba. Mais informações podem ser obtidas, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, pelo telefone: (15) 3212-7287 ou pelo e-mail: [email protected].

Banda da Fundhas vira patrimônio cultural de São José

Henrique Macedo


Fundhas

Uma cerimônia no auditório da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) nesta sexta-feira (24) celebrou um projeto de Lei, aprovado pelo Executivo, que torna a Banda da Fundhas patrimônio cultural de São José dos Campos.

Criada na década de 80, a banda é um projeto voltado para educação, disciplina, trabalho em equipe e emancipação dos jovens. 

A Banda da Fundhas é tradicional na cidade e coleciona prêmios | Foto: Divulgação

Vencedora de diversos prêmios de expressão estadual e nacional, a banda conta com 100 adolescentes entre 9 e 18 anos e mais de 40 instrumentos. 

Flávio Messias, gestor do Centro de Desenvolvimento Artístico da Fundhas, enfatizou a importância desse reconhecimento. “É um dia especial, um marco na história da banda. Não só para os alunos que agora participam, mas também para toda uma geração que passou pela Fundhas”, conta.

“Demonstra que a banda é valorizada na cidade, um grande incentivo para continuarmos os trabalhos”, afirmou Christian Guerrero, maestro da banda.


Atividades culturais da Fundhas fazem parte da formação dos atendidos | Foto: Divulgação

Os pais da Ana Beatriz e da Olívia, integrantes da banda, ficaram felizes ao ver a apresentação musical. “Pra mim é muito interessante porque eu participei de uma banda no meu bairro. As minhas filhas poderem fazer parte de uma banda é gratificante. É formação de caráter, se forma agora na juventude e lá na frente elas vão agradecer”, comentou Roberta Raimundo, mãe das alunas.

A família Raimundo prestigia as filhas – Foto: Divulgação 

João Martins toca flugelhorn e acha importante a valorização da banda. “Eu sinto que essa homenagem vai ser um primeiro passo para a banda ser maior”, disse. 

O aluno João acredita que a banda será mais valorizada | Foto: Divulgação
Convidado para a cerimônia, Ozeas de Paula é suboficial músico da Aeronáutica. O ex-atendido da Fundhas entrou para a então fanfarra em 1991 onde ficou até 1995, quando iniciou na Aeronáutica.

“Tenho orgulho de ter pertencido à esta instituição. Pra mim foi um divisor de águas, consegui seguir carreira como músico”, disse emocionado. 


Ozeas iniciou na banda e hoje segue carreira como músico da Aeronáutica | Foto: Divulgação

Fanfarra

Iniciada na década de 80, a então Fanfarra passou por períodos de inatividade, ressurgindo com vigor em 2011 e consolidando-se como uma referência musical e coreográfica.

Desde sua reativação, a Fanfarra da Fundhas acumulou diversas conquistas em campeonatos locais e nacionais, destacando-se como campeã nacional na Categoria Fanfarra Simples Marcial Infantil, entre outros títulos.

Ao longo dos anos, a Fanfarra passou por mudanças estruturais, como a transição para ser denominada Banda devido à inclusão de novos instrumentos e o fortalecimento de parcerias com entidades como a Fundação Cultural Cassiano Ricardo, impulsionando sua presença em concursos e eventos.

Em 2022, a Banda conquistou o título de Campeã Nacional da Liga de Bandas e Fanfarras, consolidando-se como uma das principais representantes do cenário musical brasileiro.


Alunos compartilham aprendizados e felicidade em participar da Banda da Fundhas | Foto: Divulgação


MAIS NOTÍCIAS

Fundhas

Tardezinha Inclusiva fará homenagem especial para mães de autistas neste domingo

A 30ª edição da Tardezinha Inclusiva, que acontece neste domingo (26), fará uma homenagem às mães com o tema ‘Chuva de Amor’. Realizada pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Associação Paraibana de Autismo (APA) e Turma Tá Blz, a Tardezinha Inclusiva acontece no Centro Cultural de Mangabeira, a partir das 14h.

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, afirma que a Tardezinha Inclusiva é um momento único na cidade de João Pessoa. “Quando conseguimos reunir crianças, pais, mães de pessoas autistas num processo de interação e inclusão social, nós promovemos a brincadeira, mas, sobretudo, a inclusão dessas crianças. Nós mostramos que elas são capazes, que têm potencialidades criativas e inventivas para as artes”, observa.

Marcus acrescenta que essas crianças já se apresentam no palco, dançam, cantam, pintam e fazem oficinas. “Então, é um momento muito relevante esse processo de inclusão social pela arte que nós já fazemos há dois anos e cinco meses. Para nós, é muito gratificante promover essa ação”, complementa.

A presidente da APA, Hosana Carneiro, destaca que as mães atípicas são especiais todos os meses. “Mas sempre reservamos esse momento para homenageá-las, para fazer uma fala sobre elas e trazer o maior presente que elas têm na vida que é levar seus filhos e socializar, ter uma oportunidade na Tardezinha Inclusiva. Não tem presente maior para uma mãe autista do que ver seu filho se desenvolvendo, brincando, fazendo amizade, construindo novas perspectivas, vencendo seus desafios”, avaliou.

Hosana lembra que este é um mês especial demais, tanto para os autistas como também para as famílias acompanhadas no projeto, em especial as mães. “É um mês em que celebramos as conquistas e a participação dessas mães. Além disso, estendemos esse mês como parte do nosso projeto, o curso de análise aplicada e comportamento para famílias, mães e pais de autistas. Vamos entrar sempre nessa perspectiva do cuidando de quem cuida. Além dos nossos autistas receberem cuidado, as famílias também recebem, tudo com muito amor”, acrescenta.

Nik Fernandes, uma das organizadoras da Tardezinha Inclusiva, analisa que existem muitas mães atípicas e pouco se fala nelas. Ser mãe de autista é abrir mão da carreira, de uma faculdade, de tantas coisas em prol do grandioso amor que temos por eles. Pouco se fala sobre nossas lutas, principalmente numa sociedade onde se cobra muitos padrões. É um desafio cego e de sobrecargas porque nossos filhos são totalmente dependentes. Precisamos que a sociedade tenha outra consciência do que é ser mãe de autista. As mães só precisam de carinho e respeito”, frisou.

Programação – A Tardezinha Inclusiva conta com a participação da Turma Tá Blz com Nik Fernandes e DJ Jhony Fernandes, além da magia dos palhaços Baba Baby e Kika, além das dançarinas Eliza e Nay. Também fazem parte da programação o cantor Tiago Arraes, haverá um show especial para as mães feito pelos cantores autistas Estella Louise, Lucas, Davi, Ana Beatriz.

Na programação tem ainda a Feirinha Inclusiva com produtos feitos pelas mães, adoção de pets, dentista móvel, trancista, serviços da Escola Técnica São Vicente de Paula, clínica de estética, pinturas artísticas e brinquedos infláveis.

Câmeras Corporais Portáteis (COPs) – Nota à imprensa





Esclarecimento sobre o edital para novas câmeras corporais para a Polícia Militar



O Governo do Estado de São Paulo lançou nesta semana um edital para a contratação de 12 mil câmeras corporais portáteis (COPs) para a Polícia Militar. Esse edital representa um avanço importante no uso das câmeras, que serão utilizadas pela tropa no enfrentamento ao crime em diferentes regiões do estado. Além de ampliar a qualidade do som e imagens captados – o que permitirá a integração com outras ferramentas de inteligência policial – os equipamentos contarão com novas funcionalidades, como reconhecimento facial, leitura de placas de veículos, melhoria na conectividade, entre outras inovações em relação às atuais COPs.

É importante reforçar que o acionamento das COPs é obrigatório e deverá ser feito pelo próprio policial ao iniciar uma ocorrência. Caso, por qualquer motivo, este acionamento não ocorra, o agente responsável pelo despacho da ocorrência no Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) acionará a gravação remotamente. Toda ocorrência é comunicada de imediato ao Copom e essa inovação do acionamento à distância não desobriga os policiais a ligarem o equipamento durante as ações, mas oferece uma garantia adicional de que as COPs serão acionadas assim que o policial entrar em ação.

As novas câmeras contarão com um sistema de “buffer” capaz de armazenar imagens dos 90 segundos anteriores à ativação. Ou seja, as câmeras permanecem operando continuamente e, ao serem acionadas para armazenar imagens, elas incluirão gravações retroativas, possibilitando o registro completo da ocorrência.

O conteúdo do Edital apenas comunica às empresas quais são as exigências técnicas que deverão seguir, mas não abrange as regras normativas e disciplinares que regulam a correta utilização das COPs, ou seja, não exaure os procedimentos operacionais que são compulsórios aos policiais.

O acionamento seguirá rígidas regras estabelecidas pela Polícia Militar a fim de garantir a gestão operacional, a eficiência do sistema e a transparência na atuação dos policiais em campo. Qualquer desvio dessas normas resultará em penalidades ao policial, que seguirão todos os ritos de investigação e eventual punição estabelecidos pela corporação para os casos de desvio de conduta.

O armazenamento de toda captação das COPs, que é o utilizado no modelo atual, acarreta em uma série de questões operacionais que foram observadas durante sua execução como passíveis de aperfeiçoamento. Entre elas, estão os altos custos para o armazenamento e manutenção do material de rotina, ou seja, aquele que não contempla nenhuma ocorrência, a maior incidência de problemas de autonomia de bateria das câmeras, além de comprometer severamente a privacidade de homens e mulheres, que têm situações privadas expostas quando estão à serviço e, portanto, com fardamento e COP.

O novo contrato, além de ampliar em 18% o número de câmeras, deve gerar uma economia entre 30% a 50% para o tesouro estadual em relação ao anterior. A qualidade de áudio e vídeo e o armazenamento de imagens serão aprimorados, bem como o sistema de baterias, já que agora cada equipamento contará com outro equivalente para recargas, processamento e uploads de arquivos. Além disso, o equipamento será integrado com o sistema do Programa Muralha Paulista, que está em fase de implementação, e possibilitará a identificação de foragidos, placas de veículos roubados ou furtados. Haverá, ainda, a possibilidade de compartilhar os registros de áudio e vídeo automaticamente com o Ministério Público, o Poder Judiciário e demais órgãos de controle, seguindo as regras estabelecidas pela LGPD.

O Governo do Estado de São Paulo entende que toda política pública deve ser continuamente atualizada, aprimorada e modernizada para atender de forma mais completa e eficiente o seu objetivo e reforça o compromisso de trabalhar para garantir a segurança das pessoas e assegurar que a polícia militar cumpra o seu papel, seguindo os rígidos protocolos de conduta desta instituição.

Agência Minas Gerais | Estudantes da rede estadual participam do projeto Concertos Didáticos da Filarmônica de Minas Gerais

Estudantes da rede estadual de ensino mineira participaram, entre os dias 21 e 23/5, da série “Concertos Didáticos”, da Filarmônica de Minas Gerais. Cerca de 3 mil alunos, dentre ensino fundamental, ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA), de 43 escolas, fizeram parte desta edição, que aconteceu na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte. 

Ao todo, foram cinco concertos, gratuitos e fechados para escolas previamente inscritas. A regência foi do maestro associado da filarmônica, José Soares. Os concertos também tiveram interpretação em libras.

As estudantes Helen e Mariana, ambas do 8º ano da Escola Estadual Augusto de Lima, localizada no Centro de Belo Horizonte, contaram um pouco sobre a experiência que tiveram na Filarmônica. “Eu gostei muito, foi uma experiência muito boa, minha primeira vez lá. Parece que a gente está dentro de um filme”, destaca Helen Cristina de Carvalho, de 13 anos.

Já para a estudante Mariana Costa, de 14 anos, a estrutura do local também chamou atenção. “Foi uma experiência mágica, eu nunca tinha ido a um concerto. Foi muito bom, o lugar era bem iluminado, grande e agradável”, afirma a estudante de 14 anos.

Concertos didáticos

Os Concertos Didáticos são apresentações gratuitas dedicadas a estudantes do ensino fundamental e médio e instituições sociais. São feitas sob medida para que crianças e adolescentes deem seus primeiros passos na música orquestral.

Antes da apresentação dos concertos na Sala Minas Gerais, são realizadas ações educacionais preparatórias, sobre música e orquestra, nas próprias escolas participantes, orientadas por monitores estudantes dos cursos de graduação da Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

 

Programa que cumpre quatro Objetivos de Desenvolvimento Sustentável completa um ano de entregas – CGNotícias

Uma iniciativa inovadora que alia sustentabilidade e apoio à agricultura familiar faz aniversário neste mês de maio. O projeto “Adubando Oportunidades”, que é realizado pela Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio, completa um ano de funcionamento.

Cumprindo quatro Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, o projeto “Adubando Oportunidades”, garantiu ao longo do último ano o manejo correto dos resíduos e a entrega de mais de 720 toneladas de adubo orgânico aos produtores. Somente neste mês foram cerca de 100 toneladas.

“Nessa parceria com a Sidagro, nós das empresas sementeiras, pudemos dar uma finalidade correta e produtiva para os resíduos das sementes. O projeto surgiu por iniciativa da Prefeitura. Uma equipe de técnicos da Sidagro vieram aqui e observaram que havia esse resíduo de sementes e sugeriram a parceria para aproveitar e fazer o material orgânico para ofertar aos agricultores familiares”, explica Arnaldo Suzukawa, da Sementes Boi Gordo.

Proprietário da Chácara Vitória, localizada no Assentamento Sucuri, José Melquíades da Silva, é um dos beneficiados pelo adubo. Ele conta que trabalha com citros e também com manga de qualidade. “Trabalho por safra e a Sidagro sempre está aqui conosco apoiando em tudo. Eu só tenho a agradecer todo apoio, sempre temos algum serviço sendo prestado aqui”, diz.

Para participar do projeto é preciso estar inscrito no Cadastro Municipal do Produtor. Para realizar o cadastro é preciso procurar a Secretaria no telefone 4042-0497 ou se dirigir até a sede no endereço Rua Dr. Antônio Alves Arantes, 263 – Chácara Cachoeira.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

O projeto cumpre as ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável – ao apoiar a segurança alimentar e promover práticas agrícolas sustentáveis. A ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis – ao incentivar a redução de resíduos. A ODS 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima – ao reduzir o uso de fertilizantes químicos e promover o sequestro de carbono no solo e a ODS 15 – Vida Terrestre – ao utilizar adubo orgânico, o que ajuda a manter a saúde do solo e a biodiversidade.

 

 

#pratodosverem A imagem de capa mostra um caminhão carregando adubo. A primeira imagem interna é de um trator e caminhão com carregando adubo. 

Sem categoria

Comlurb inaugura ecoponto na comunidade Borda do Mato, no Grajaú – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Este é o sexto ecoponto lançado pela Comlurb em 2024 – Divulgação

A Comlurb inaugurou, nesta sexta-feira (24/5), o Ecoponto Borda do Mato, no Grajaú. O novo espaço conta com uma caixa compactadora de 15m3 para recebimento de lixo domiciliar e outras duas para entulho, galhadas e bens inservíveis. O local vai funcionar diariamente, das 6h às 18h, para atender a comunidade.

Este é o sexto ecoponto lançado pela Comlurb em 2024. Os outros cinco são: Tribo e Guarabu, na Ilha do Governador, Pavão-Pavãozinho em Copacabana/Ipanema, Vila Kennedy, em Bangu, e Petrarca, em Padre Miguel. Desde 2022, já são 51 novas unidades entregues à população.

O presidente da Comlurb, Flávio Lopes, ressaltou a importância desses espaços na cidade, especialmente junto a comunidades.

– Estamos convencidos de que a ideia de instalar ecopontos em série foi a decisão mais acertada. Nesses locais, os moradores contam com pontos ordenados para o descarte de seus resíduos, principalmente nas comunidades, evitando que os sacos fiquem espalhados pelo chão.

Os locais escolhidos para a instalação de ecopontos são especialmente comunidades e regiões que registram mais áreas críticas de descarte irregular. Os ecopontos ajudam na ordenação dos resíduos e no controle de vetores, trazendo mais qualidade de vida aos moradores e melhoria da saúde pública.

O subprefeito da Grande Tijuca, Felipe Quintans, participou da nova construção na comunidade.

– Esse ecoponto era uma solicitação recorrente dos moradores. Muito lixo ficava acumulado na entrada da comunidade, então fizemos esta importante parceria com a Secretaria Municipal de Conservação e a Comlurb. Fizemos um espaço novo, ficou lindo, e agora os moradores podem descartar o lixo de forma consciente.

Categoria:

  • 24 de maio de 2024
  • Marcações: Comlurb Ecoponto Borda do Mato inauguração